quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Deadpool: Ryan Reynolds comenta saída do diretor Tim Miller e conflito dos bastidores

Semanas após a chocante saída do diretor Tim Miller do comando do filme Deadpool 2, o astro Ryan Reynolds finalmente comentou a notícia e deu sua opinião sobre as razões de conflito nos bastidores da produção.
“O que posso acrescentar sobre esse assunto é que estou triste por vê-lo fora do filme”, disse Reynolds. "Tim é brilhante e ninguém trabalhou mais em Deadpool do que ele”, falou o astro em entrevista à revista GQ.
Porém, Reynolds não escondeu seus motivos para entrar em desacordo com o diretor sobre a direção criativa da continuação. “Eu sei quando preciso exercer controle, e sei quando não preciso. Eu não vou sentar com Tim Miller e dizer 'Os efeitos visuais de Deadpool precisam ser feitos desta maneira' – o cara é um mago dos de efeitos visuais! Mas há coisas de personagem e tom que eu conheço muito bem. E eu também estou envolvido (com Deadpool) há mais longa do que qualquer pessoa, com exceção dos caras que escreveram os quadrinhos. Há onze anos eu tenho tentado realizar corretamente este personagem, então eu estarei em cima disso do começo ao fim”.
Fonte da imagem: Reprodução/20th Century Fox
Vale lembrar que Ryan Reynolds sempre foi um fã do mercenário tagarela e lutou para conseguir retratar com precisão o personagem nas telas. O astro interpretou Deadpool a primeira vez em X-Men Origens: Wolverine, em uma versão que ele mesmo critica duramente (o “Barakapool”, nas palavras do ator).
Depois disso, o filme solo do Deadpool conseguiu ser aprovado depois que uma sequência-teste viralizou na internet e chamou a atenção do estúdio para o potencial do personagem. Reynolds se tornou então produtor do longa, um defensor do personagem e promovendo sempre que pode o mercenário tagarela.
Neste momento, Deadpool 2 negocia a contratação de David Leitch (de John Wick) para a direção, substituindo Tim Miller. A sequência está prevista para chegar aos cinemas em março de 2018.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário