terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Gilmore Girls: evento do episódio final do revival seria muito maior, diz produtora

Spoilers à vista! Siga por sua conta e risco.
Fonte da imagem: Divulgação/Netflix
Quem acompanhou o último episódio do revival de Gilmore Girls, intitulado “Outono”, sabe que Lorelai e Luke finalmente se uniram oficialmente. Depois de altos e baixos na relação e uma viagem de iluminação, o casal trocou alianças em uma cerimônia simples no meio da madrugada, com a presença apenas de Rory, Michel, Lane e do padre da cidade.
“O casamento seria algo muito maior”, declara Amy Sherman-Palladino, produtora e criadora da atração. “E então eles tiraram dinheiro de nós. Qualquer coisa que envolvia extras e roupas se transformou em um pesadelo de produção. Então, tivemos que descobrir como fazer um casamento satisfatório sem realizar a ‘grande cerimônia’”.
Ainda de acordo com Palladino, a escolha por algo mais íntimo acabou funcionando bem. “Você pode reclamar e chorar por causa de dinheiro e de restrições de orçamento, mas algumas vezes trabalhar com um limite rígido te força a realizar coisas que normalmente não faria, que acabam sendo dramaticamente melhores (...) acabamos focando no que realmente importava: Luke, Lorelai e Rory. Isso fez tudo mais íntimo e deu mais sentimento”.
No entanto, a criadora de Um Ano para Recordar declara que o casamento em si nunca esteve em risco. “Sabíamos que teria que haver um casamento, que tínhamos que casá-los. Não existia outra forma de sair dessa sem que eles trocassem aliança. Os fãs esperaram tempo demais”.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário