quinta-feira, 30 de março de 2017

10 dos finais de séries mais decepcionantes de todos os tempos

Quem nunca se sentiu frustrado com o final de uma série? Seja pelo fato de ter chegado ao fim uma história que o espectador acompanhou fielmente por anos, ou porque o cancelamento veio antes que os roteiristas pudessem criar um final à altura, a decepção é uma sensação constante nas series finales. Mas, e quando a produção, que começou incrível, termina daquele jeito que ninguém esperava — mas no mau sentido?
Nesses casos, a sensação de ter perdido um tempo valioso da vida é comum entre os fãs de séries de televisão, os quais não poupam críticas e até xingamentos nas redes sociais. Pesquisamos, então, as séries com os finais mais decepcionantes de todos os tempos, segundo o público, e separamos dez pelas quais vale a pena lamentar.
ATENÇÃO: O CONTEÚDO A SEGUIR CONTÉM SPOILERS

Dexter

Exibida entre 2006 e 2013, a série de drama/suspense retratou a vida de um psicopata e assassino em série que seguia uma espécie de código moral para escolher suas vítimas, matando apenas criminosos.
A vida dupla de Dexter — que se dividia entre sua vida “normal”, um dedicado pai de família que trabalhava como analista forense, e sua vida “do crime” — conquistou os corações de milhares de espectadores, mas seu final deixou muitos deles um tanto quanto revoltados. Por quê? Oras, o anti-herói simplesmente abandona seu filho com sua namorada também assassina, mata sua irmã, forja sua própria morte e acaba vivendo uma vida isolada como um lenhador.

Lost

A premiada série de drama e ficção científica, exibida entre 2004 e 2010, mostrou a vida de 48 sobreviventes de um acidente aéreo em uma ilha tropical recheada de mistérios. Fumaças misteriosas, urso polar, armadilhas e construções com um "quê" militar cativaram a atenção do público, que também se compadeceu com as histórias pessoais de cada um dos personagens.
No entanto, tantos mistérios acabaram não sendo esclarecidos ao longo da trama, e a audiência, já cansada de tantas teorias inexplicáveis, tomou um banho de água fria ao descobrir, no final, que na verdade todos os personagens já estavam mortos.

How I Met Your Mother

Por nove anos (entre 2005 e 2014), o público se divertiu com as aventuras de Ted e seus amigos, tentando descobrir quem era, afinal, a mãe de seus filhos e como eles se conheceram.
Tanta expectativa acabou gerando uma frustração enorme quando, no último episódio, a série mostrou que Robin e Barney se casam e se separam, Ted conhece sua esposa Tracy e ela morre, e, em 2030, Ted enfim se declara para Robin.

Heroes

Inspirada no estilo das HQs norte-americanas de super-heróis, Heroes foi transmitida entre 2006 e 2010 e acabou se revelando uma enorme decepção. A trama envolvente sobre pessoas comuns que, de repente, descobrem possuir habilidades especiais não conseguiu manter um foco, se perdendo no meio de tantos núcleos.
O resultado foram pontas soltas que não foram amarradas de um jeito legal, e muita gente abandonou a série antes mesmo da última temporada.

True Blood

Também premiada, essa série que mistura fantasia com drama e suspense prometeu, mas não cumpriu. Entre os anos de 2008 e 2014, o público foi seduzido por vampiros, que conviviam com humanos em uma pequena cidade no interior da Louisiana, onde uma garçonete com poderes telepatas se apaixona por um vampiro e, a partir daí, a trama começa a acontecer.
Por que foi ruim? No meio do caminho, a produção já havia misturado outros seres sobrenaturais na história, o que não agradou muita gente, mas o final foi tão tedioso que apagou todo o brilho da primeira temporada, já que Sookie acaba, enfim, matando Bill.

Weeds

Quando foi ao ar, em 2005, essa série de drama com um toque tragicômico mostrou uma dona de casa que, após perder seu marido, decide começar a vender maconha para seus vizinhos como fonte de renda para sustentar seus dois filhos e não ver seu padrão de vida cair.
No entanto, seu final (exibido em 2012) acabou sendo um trem desgovernado: a série, que tinha um ritmo mais lento, deixou muita informação para acontecer de uma só vez, no último episódio — não muito diferente do que costuma acontecer com as telenovelas brasileiras.

Two and a Half Men

Foram 12 temporadas veiculadas entre 2003 e 2015, mas há quem diga que a série já havia “morrido” junto com a morte de Charlie Harper, que era o personagem principal da história. Sim, o personagem principal morre, mas a série continuou com novos atores e novas histórias, porém sem cativar o público.
No final da última temporada, é revelado que Charlie, na verdade, estava vivo, sendo mantido como refém por sua vizinha stalker; contudo, apesar da revelação, o personagem acaba morrendo (dessa vez, de verdade) ao ser atingido por um piano.

Sons of Anarchy

De 2008 a 2014, essa série dramática mostrou o cotidiano de um clube de motociclistas e seus intrigantes membros. As aventuras e desgraças vividas pelo motoclube se misturam aos dramas pessoais dos personagens, que vão cativando o público cada vez mais ao longo das temporadas.
Entre várias mortes épicas que partiram o coração de muitos fãs, a do protagonista Jax Teller não agradou nem um pouco — afinal, todos esperavam que o bad boy tivesse um final feliz depois de passar por tantas tragédias em sua curta vida.

Gossip Girl

Quando começou, em 2007, a série sobre jovens estudantes da elite nova-iorquina cativou a audiência com tantas intrigas. As histórias dos personagens vão sendo apresentadas por meio de postagens anônimas em um blog, cuja autora se identificava apenas como a “Gossip Girl” (algo como “a garota da fofoca”, em português).
Depois de cinco anos de “tretas”, a série chegou ao fim em 2012 prometendo mostrar, finalmente, quem era a tal blogueira anônima e venenosa — mas a revelação decepcionou (e muito!), pois quem estava por trás de tudo era, na verdade, Dan Humphrey, um garoto solitário nada carismático.

Família Dinossauro

Apesar de ser uma série infantil, Família Dinossauro acabou de maneira trágica. Exibida “na gringa” entre 1991 e 1994, a série veio para o Brasil após seu fim e foi veiculada na TV aberta, fazendo uma crítica divertida ao estilo de vida americano e satirizando nossa sociedade e seus costumes.
Coerente com a história verdadeira dos dinossauros, que foram extintos após a colisão de um meteoro com a Terra, a série acaba com a família Silva Sauro e todos os demais personagens sendo mortos com a queda de um meteoro — o que deve ter causado traumas de infância em muitos adultos de hoje.
Este texto foi escrito por Patricia Gnipper via N-Experts.

Reações:

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Quem nn entendeu o final de lost ACHA q estão mortos. Ta faltando interpretação, pesquisa um pouco pra saber.

    ResponderExcluir