quinta-feira, 23 de março de 2017

12 séries canceladas cedo demais!

Baixa audiência, críticas devastadoras e decisões erradas de suas emissoras são os principais elementos que levam uma série para a guilhotina. E convenhamos que ver sua favorita na lista de canceladas precocemente é sempre muito difícil, ainda mais quando, na sua opinião, ela tinha tudo para dar certo.
Por isso, resolvemos listar 12 séries, entre tantas, que tinham tudo para dar certo, mas acabaram não conseguindo se salvar. Confira!

1. Happy Endings

Cancelada em 2013. Mesmo sendo aclamada pela crítica nos dois primeiros anos, algumas decisões erradas da ABC, como horário de transmissão e falta de marketing, levaram ao inevitável: seu cancelamento por baixa audiência.
No último episódio, “Brothas & Sisters”, a irmã mais velha de Alex e Jane está prestes a se casar e deixa Jane responsável por organizar a cerimônia. Enquanto isso, Brad precisa lidar com um noivo, ao mesmo tempo que Alex e Dave escondem um segredo do resto do grupo.

2. Veronica Mars

Cancelada em 2007. Foram três temporadas e 64 episódios, que deixaram muitas saudades. Mesmo com o filme prometido para dar um adeus, o seu fim ainda é sentido pelos fãs. O último episódio, “The Bitch Is Back”, leva Veronica de volta ao passado, diretamente para a lanchonete da faculdade Hearst, onde é recebida por olhares, cochichos e risos. O motivo?
O vídeo íntimo que vazou na internet, no qual aparece com seu novo namorado Stosh “Piz” Piznarski. Veronica está pronta para ir atrás dos culpados, mas o que ela não esperava era encontrar informações vitais de uma sociedade secreta.

3. FireFly

Cancelada em 2002. A série, de vida curta, apresentou um potencial inimaginável em seu cenário intrigante, diálogo inteligente e seus personagens bem escritos. Mas a FOX optou por uma decisão errada ao exibir apenas 11 dos 14 episódios fora da ordem cronológica. “Serenity”, o piloto inicial, foi o último a ser exibido pelo canal.
Nele, a tripulação da Serenity está ficando desesperada, pois precisa se livrar de uma carga facilmente rastreável da qual tomou posse em uma nave vazia flutuando no espaço, sem saber que um passageiro leva a bordo uma carga ainda mais perigosa.

4. Smash

Cancelada em 2013. A série, coproduzida por Steven Spielberg, teve duas temporadas exibidas pela NBC. A produção girava em torno da criação de um novo musical para a Broadway baseado na vida da falecida atriz Marilyn Monroe. O episódio final, intitulado “The Tonys”, fazendo uma referência ao Oscar do Teatro Americano, traz “Bombshell” e “Hit List” como líderes de indicações ao prêmio, com 12 e 13 nomeações, respectivamente.
Algumas coisas parecem ser uma certeza na cerimônia de premiação, principalmente que Derek, que tem três indicações individuais, não ganhará nada, já que ele é visto como uma figura ingrata pela comunidade da Broadway. Por causa da situação de Derek, Ivy não pretende contar a ele que está grávida.

5. Community

Cancelada em 2015, após seis anos no ar, a série que sobreviveu a um cancelamento e acabou uma temporada após seu salvamento recebeu ótimas críticas ao longo de sua jornada, mas não aguentou a forte e expressiva opinião do público americano.
O programa chegou ao fim com “Emotional Consequences of Broadcast Television”, episódio que traz Jeff atuando igual ao público: querendo manter as coisas como sempre foram e se recusando em ver tudo mudar. A série encerra com um breve resumo dos principais acontecimentos dos últimos anos.

6. Hannibal

Cancelada em 2015, após três temporadas. O episódio The Wrath of the Lamb, o último da temporada, traz Hannibal e o detetive Will Graham se unindo para acabar com o serial killer Fada do Dente. Durante o comboio, que tirou Hannibal do hospital psiquiátrico, o serial deixa apenas Will e Hannibal vivos com a intenção de pegá-los em um local mais apropriado.
O encontro acontece nas montanhas. Lá, Hannibal é atingido por um tiro. Na tentativa de salvá-lo, Will parte para cima do Fada do Dente, mas é surpreendido com uma facada no rosto. Os três se envolvem em uma briga e o serial acaba morto. Will e Hannibal, já ensanguentados, se abraçam e se jogam de um penhasco.

7. Deadwood

Chegou ao fim em 2006, após três anos no ar. Essa é a clássica série que teve um final cedo demais. Com diálogos excêntricos e figurino delicadamente selecionado, a produção, considerada cara demais pela HBO, foi cancelada quando seu criador David Milch não aceitou a proposta de uma quarta temporada de apenas seis episódios.
O episódio “Tell Him Something Pretty”, o último, foi exibido em 27 de agosto e mostrava o dia da eleição na tentativa de colocar ordem no caos, tendo o ouro como o representante do poder de Deadwood.

8. The Crazy Ones

Teve apenas uma temporada, com o lendário Robin Williams como protagonista. No último episódio, “The Lighthouse”, acompanhamos Simon e o time tentando salvar uma biblioteca do fechamento. O programa conta a história de um gênio da propaganda cujo comportamento imprevisível já teria lhe custado o emprego, se ele não fosse o chefe.
Simon Roberts é o chefe de uma poderosa agência de publicidade que tem os maiores clientes e marcas do mundo. Sua parceira e filha, Sydney, é o extremo oposto do pai: focada, organizada e com ambição de fazer um nome.

9. DollHouse

Cancelada após duas temporadas, em 2010, a série de ficção científica criada pelo roteirista e diretor Joss Whedon tratava da desconstrução da identidade de cada personagem. E, por isso, quem conhece as obras sombrias de Whedon fica sem entender o cancelamento precoce. “The Attic” foi o título dado ao último episódio da produção.
Nele, Echo se livra do seu pesadelo constante e se une a Dominic para tentar encontrar uma maneira de sair do sótão antes que Clyde, transformado no monstro Arcane, mate todos como forma de enfraquecer o poderoso computador da Rossum e, assim, pôr um fim na corporação.

10. Arrested Development

Teve três temporadas inicialmente, entre os anos de 2003 e 2006, mas conseguiu um revival de 12 episódios em 2013 pela Netflix.
Conquistou 22 indicações ao Emmy e ganhou em cinco categorias: Melhor Série de Comédia (2004); Melhor Roteiro para Série de Comédia (2004 e 2005); Melhor Direção em Série de Comédia (2004); Melhor Elenco para Série de Comédia (2004); e Melhor Edição de Série de Comédia Filmada por Única Câmera (2004). No último episódio, “The Blockheads”, vemos George Michael procurando restabelecer seu relacionamento com o pai, mas sobrecarregado com as responsabilidades de tocar a empresa de uma ex-família rica.

11. Freaks and Geeks

O episódio final foi exibido em julho de 2000, e a série sobreviveu apenas a uma temporada. Com uma trilha sonora composta de sucessos dos anos 80, a série gira em torno da adolescente nerd Lindsay, que, após a morte da avó, resolve mudar seu jeito de encarar a vida, passando a ser envolver com os “Freaks”.
Em “Discos and Dragons”, último episódio da série, Lindsay é aceita para um curso acadêmico de duas semanas, mas não está animada para ir; Nick curte a disco dance com sua nova namorada, e Daniel começa a fazer amizade com Sam e seus amigos “geeks”.

12. About a Boy

Com apenas duas temporadas, a produção conta a história da formação da amizade entre Will, um solteirão que não quer nada da vida, e Marcus, um garoto que tenta assumir o papel de homem da casa para sua mãe, Fiona. Will e Marcus acabam criando um laço muito forte, que os une nas mais diversas situações.
A série termina com Will e TJ indo ao seu lugar favorito no Dia dos Namorados, em busca de mulheres solteiras. Enquanto isso, Marcus tenta planejar o encontro perfeito com Shea, mas as coisas não saem conforme o esperado.
Este texto foi escrito por Kelly Jamal via N-Experts.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário