sexta-feira, 31 de março de 2017

Cinemas exibirão "1984" em protesto contra Trump

Quase duzentas salas de cinema projetarão a adaptação da famosa obra de George Orwell em 4 de abril. 1984 relata a história de uma sociedade que vive em um estado totalitário, onde tudo e todos são manipulados pelo Grande Irmão.
No livro, o protagonista trabalha no Ministério da Verdade, que é responsável por estabelecer o que é verdadeiro e falso, o que foi comparado aos “fatos alternativos”, um conceito de Kellyanne Conway, chefe de campanha e atual conselheira do atual presidente Donald Trump na Casa Branca, que consiste basicamente em negar evidência empíricas, como por exemplo mentir sobre o número de pessoas que assistiram a posse do presidente, o que realmente aconteceu.
O filme será exibido em 165 cidades em 43 estados americanos, assim como em cinemas no Canadá, na Inglaterra, na Suécia e na Croácia. Parte do dinheiro arrecadado será destinada a um centro de apoio de refugiados.
O longa será exibido no dia 4 de abril porque essa é a data em que o protagonista da trama de Orwell, Winston Smith, inicia um diário. O diretor do filme, Michael Radford, filmará uma introdução e um debate para serem mostrados junto com o filme, segundo a revista americana Variety.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário