terça-feira, 9 de maio de 2017

Humor em ação: conheça 15 das cenas mais engraçadas dos filmes da Marvel

Main_12189
Uma das melhores formas de humanizar personagens superpoderosos é adicionar humor às suas características pessoais, e a Marvel parece saber bem disso. Apesar de não ser um ícone da comédia e, na verdade, estar bem longe desse gênero, todos nós já percebemos os alívios cômicos que se fazem presentes nos filmes da companhia – principalmente nos mais recentes.
Diversas cenas de Homem-Formiga e Guardiões da Galáxia são ótimos exemplos de que não é necessário estar tenso o tempo todo para curtir um bom filme de ação. Na verdade, a adição de alguns momentos cômicos serve até mesmo para tornar o longa mais dinâmico e aberto a diferentes públicos.
Sendo assim, que tal embarcar na nossa lista e conhecer os 15 momentos mais engraçados dos títulos recentes da Marvel? Tome cuidado com spoilers e, por mais que talvez não tenhamos incluído o seu favorito aqui, lembre-se de se divertir e dar ótimas gargalhadas, beleza?

1 – Thor utilizando o metrô

Quem assistiu a Thor: O Mundo Sombrio se lembra que o deus nórdico vem parar aqui graças a um enfraquecimento da barreira que separa os dois universos: o de Thor, Asgard, e o nosso, Midgard. Pois é, em uma das cenas mais engraçadas do filme, Thor utiliza o metrô de Londres para reencontrar Malekith, um dos seus inimigos.
Por lutarem no meio de um portal entre os dois universos, Malekith e Thor são subitamente separados, indo cada um para uma região diferente da capital inglesa. Surgindo no meio de uma estação de metrô, Thor não vê outra opção a não ser o transporte ferroviário.

2 – Drax e as ironias

Por não entender o típico sarcasmo de Peter Quill, o Destruidor de Guardiões da Galáxia protagoniza algumas cenas bastante engraçadas no longa.
Um ótimo é exemplo é quando o Senhor das Estrelas chama Drax de “thesaurus” – algo como “dinossauro” em português. Drax não curte muito o apelido e pede que Quill nunca mais o chame assim. Não adiantou explicar que era brincadeira, também.

3 – Thor, Loki e o Homem de Ferro

Convenhamos que Tony Stark não é o tipo mais educado de super-herói, afinal ele não poupa nem mesmo um papo pessoal entre irmãos: depois de ser banido de Asgard e condenado à própria sorte por Loki, Thor vai atrás do irmão e aparece em Vingadores (2012). É aí que o Homem de Ferro aparece para interromper uma conversa entre os dois.
Após encontrar Loki, Thor tem a primeira chance de confrontar Loki a respeito dos eventos anteriores. O que o deus nórdico não esperava era ser surpreendido pelo Homem de Ferro, que interrompe o discurso de Thor e até faz umas piadinhas sobre as brigas dos irmãos.

4 – Mandarim é Trevor Slattery

Saber que Mandarim, um dos personagens mais cruéis da Marvel e o principal vilão de Homem de Ferro 3, era na verdade um fantoche de Aldrich Killian foi tão engraçado quanto frustrante para os fãs – para Tony Stark, foi só frustrante.
Assim que descobre a localização de Mandarim, Stark vai ao seu encontro e descobre que, na realidade, tudo se tratava de um personagem interpretado por Trevor Slattery, um ator inglês quase sempre bêbado. Apesar de ter nos feito gargalhar muito, a cena não rende grande coisa para o Homem de Ferro; afinal, Slattery não tem muita ideia do que fez e não diz coisa com coisa.

5 – Olha a língua!

Um dos principais motivos pelos quais Tony Stark e Steve Rogers brigam tanto é o fato de Rogers ser “um homem das antigas”. Em Vingadores: Era de Ultron, nada disso muda, e a dupla protagoniza algumas cenas bem divertidas, com direito a broncas do Capitão América a respeito do linguajar ofensivo do Homem de Ferro.
Após tentar invadir um forte da HYDRA e ser ricocheteado pelo campo de força que protege a estrutura, Tony Stark fala um palavrão e logo é interrompido pelo Capitão América. Depois de ouvir algo como um “Olha a língua!”, Stark fica um tanto chocado e passa a pegar no pé de Rogers por causa de sua intolerância aos palavrões.

6 – Homem-Formiga e Capitão América

O Homem-Formiga foi inovador para a Marvel em uma série de sentidos. Além de se tratar de um personagem menos conhecido que todos os outros Vingadores (ao menos antes de estrelar o filme), Scott Lang tem um apelo muito mais humorístico do que qualquer outro personagem do estúdio – fãs do Senhor das Estrelas, Peter Quill, vão discordar.
Assim que é convidado para compor o time dos Vingadores, Lang finalmente tem a chance de conhecer todos os super-heróis que tanto admira. Uma das cenas mais divertidas do encontro é quando ele vê Steve Rogers: o Homem-Formiga fica tão impressionado que até enrola a língua para dizer “obrigado por lembrar de mim”.

7 – Jane acertando Thor com seu carro

O primeiro filme de Thor, lançado em 2011, começa com Jane Foster, Erik Selvig e sua assistente Darcy atropelando o deus nórdico assim que ele chega na Terra. O grupo não entende muito bem o que aconteceu e, confundindo a desorientação de Thor com um possível comportamento agressivo, Darcy utiliza um taser no herói e acaba o deixando desacordado.
Depois de levá-lo ao hospital, Jane se lembra que Thor é a única testemunha do fenômeno que o trouxe para o nosso mundo, então decide encontrá-lo mais uma vez para pedir sua ajuda. O que ela não esperava era que Thor fugisse do hospital e aparecesse logo atrás de seu carro no momento em que ela estava dando ré.

8 – Pepper descobre quem é o Homem de Ferro

Nem parece que faz tanto tempo, mas em 2008, durante o primeiro filme do Homem de Ferro, Tony Stark até tentou manter uma identidade secreta. Só que não demorou muito até que todos com certa proximidade descobrissem que ele estava por trás do super-herói.
Uma das sequências que mostram isso muito bem é quando a até então secretária de Stark, Pepper Potts, o encontra retirando a armadura e, em choque, o ouve dizer: “Convenhamos. Essa não é a pior coisa que você já me pegou fazendo”.

9 – Tony Stark vs. Justin Hammer

Desde o verdadeiro início, a Marvel sempre apresentou Tony Stark como sendo um gênio da tecnologia, bilionário, excêntrico e ainda muito popular entre as mulheres. Com o primeiro filme reforçando todos esses conceitos, nada mais justo que criar um inimigo que ao menos tentasse ter essas características... e falhasse miseravelmente.
Justin Hammer foi exatamente esse inimigo: apresentado na sequência do primeiro longa como uma tentativa exagerada e falha de imitar Tony Stark, Hammer era visto pelo protagonista como um incômodo de menor importância – e pior: ele era tratado como um.
Isso foi suficiente para dar a Homem de Ferro 2 algumas cenas engraçadas, como quando Stark hackeia a apresentação de Hammer no Senado americano e o faz passar vergonha na frente do país inteiro.

10 – Hulk vs. Ultron

Ultron é um inimigo com personalidade, e a atuação de James Spader contribui bastante para isso: por mais que muitas vezes encene um personagem injustiçado e sombrio, o vilão com certeza funciona melhor quando frustrado, e é justamente nessas cenas que ele revela um humor sarcástico digno de todo bom filme da Marvel.
Durante a batalha em Sokovia, no finalzinho de Vingadores: Era de Ultron, o vilão tenta fugir utilizando um jato e é surpreendido por Hulk. Ao ser encontrado, ele não fica irritado por ter sido pego na fuga, mas diz em seu clássico tom sarcástico: “Ah, pelo amor de Deus”.

11 – Scott Lang como operador de caixa

Não há nada de muito engraçado em ser operador de caixa, a menos que você seja um super-herói e tenha de atender crianças te importunando o tempo todo. Após passar algum tempo na prisão por crimes não violentos, Scott Lang, o Homem-Formiga, tem de trabalhar como um operador de caixa na rede de sorvetes Baskin Robbins, famosa na América do Norte.
O que torna toda essa sequência engraçada é que Lang tem de lidar a todo momento com alguém pegando no seu pé: seja fazendo piadas sobre o seu emprego ou pedindo hambúrgueres em uma loja de sorvetes, sempre há alguém para importunar o Homem-Formiga.

12 – Aquele cara está jogando Galaga!

Tony Stark por si só já é uma lista de excentricidades. O magnata dificilmente leva algo a sério, e nada é diferente quando ele tem os primeiros contatos com o time de Vingadores no primeiro filme da franquia.
Ao entrar na aeronave da S.H.I.E.L.D, organização que é superior aos Vingadores e comandada por Nick Fury – com quem Stark também tem problemas –, o Homem de Ferro começa a gritar comandos aos funcionários e diz: “aquele cara ali está jogando Galaga!”.
Na intenção de brincar com a autoridade de Fury, Stark faz a piadinha e no final acaba estando com razão: assim que o herói sai da sala de comando da aeronave, um dos empregados volta ao computador e reinicia a sua jogatina.

13 – Dr. Estranho, por favor

Interpretado por ninguém menos que Bennedict Cumberbatch em seu primeiro filme, o Doutor Estranho é realmente um doutor, ao contrário de outros personagens que muitas vezes utilizam o título indevidamente.
Mantendo a arrogância de quando era um dos mais brilhantes neurocirurgiões do mundo, o herói corrige todos que o chamam de “Senhor Estranho”. Ao encontrar Kaecilius pela primeira vez, por exemplo, o protagonista entra em uma hilária discussão com o místico para ser tratado como merece.
Não sabemos se Kaecilius realmente o entende ou acaba ficando confuso, mas o resultado é hilário.

14 – O típico Homem-Aranha

Não é de hoje que o Homem-Aranha fala demais durante os seus combates, até mesmo nos quadrinhos ele é conhecido por essa característica. Diferentemente dos outros filmes do herói, Capitão América: Guerra Civil soube mostrar como o Spidey pode ser tagarela no meio das lutas, além de usar o artifício para distrair seus combatentes e terminar fazendo graça deles.
Durante a cena em que luta contra o Falcão e Bucky, o Soldado Invernal, Parker pergunta para Sam sobre como funcionam os mecanismos presentes em suas asas. O Falcão então responde para Spidey: “Eu não sei se você já lutou alguma vez na vida, mas normalmente não tem tanta conversa assim”.

15 – Hulk sendo Hulk

É inegável que o Hulk foi uma adição enorme para o time dos Vingadores no primeiro filme. No entanto, a baixa expectativa do público para o personagem fez com que os roteiristas o mostrassem apenas na segunda metade da trama. Pois a estratégia funcionou, e o Hulk nunca foi tão bem-sucedido em um filme.
Sendo não só um gigante destruidor de coisas, o Hulk também protagonizou algumas cenas de diversão em Vingadores: a primeira delas é quando se une a Thor para destruir uma enorme nave Chitauri. Assim que Thor posa vitorioso sobre os inimigos, o gigante verde o esmurra e o manda para bem longe da tela.
Outra cena divertidíssima envolvendo Bruce Banner é quando ele, em forma de Hulk, encontra Loki e não suporta o discurso do deus que quer ser tratado com “mais respeito”, nas palavras dele. Hulk agarra Loki pelas pernas e o atira contra o chão diversas vezes, fechando a sequência ao largar o deus ferido e chamando-o de “insignificante”.
Este texto foi escrito por Fernando Telles via N-Experts.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário