terça-feira, 20 de junho de 2017

Carros 3: o que os críticos estão dizendo da sequência da Disney/Pixar

Entre as obras da Pixar, a franquia Carros sempre pareceu aquela com os filmes mais fracos. Verdade seja dita, os longas de Lightning McQueen parecem mais preocupados em vender brinquedos do que realmente contar uma história.
A própria empresa admite que, mesmo com uma arrecadação inferior nas bilheterias, a franquia Carros é uma importante peça de merchandising para seus motores – e é por isso que produziu este terceiro filme da série.
A boa notícia é que Carros 3 está sendo considerado melhor que seus antecessores segundo parte da crítica, especialmente por se arriscar em uma trama mais madura sobre “passar a vez” para uma geração mais jovem.
Carros 3 é o filme mais maduro da franquia, segundo a crítica. Fonte da imagem: Divulgação/Disney, Pixar
O longa pontua neste momento 66% de aprovação no Rotten Tomatoes, site que agrega as notas da crítica. A pontuação fica um pouco abaixo dos 74% do primeiro Carros, mas muito acima dos 39% de Carros 2. Curiosamente, os três filmes da franquia Carros continuam registrando as piores notas entre os longas da Pixar.

Confira abaixo alguns comentários da crítica para Carros 3:

Enquanto todos os filmes da Pixar continuam se aperfeiçoando para manter os adultos e as crianças envolvidos, é ainda mais fascinante ver que os medos dos adultos são abordados de maneira tão aberta neste filme” (Stephanie Zacharek, da Time Magazine).
O objetivo final desta vez não é apenas vender mais alguns brinquedos e lancheiras com Lightning McQueen. Na verdade, o filme toca em algo mais profundo” (David Fear, da Rolling Stone).
Sem a magia das obras mais delicadas da Pixar, Carros 3 o faz relembrar da época de Ratatouille ou WALL-E, uma era que, infelizmente, continua a ficar mais distante no retrovisor” (Jake Coyle, da Associated Press).
Embora visualmente dinâmico, o mais novo desafio de Lightning McQueen ainda parece um tanto desalinhado, com um resultado final apático e sem relevância o suficiente” (Michael Rechtshaffen, do Hollywood Reporter).
Carros 3 é um conto sobre orientação, sobre aprender a desistir de seu ego para reforçar os outros. E faz isso de forma muito agradável” (Owen Gleiberman, da Variety).
Algumas linhas de roteiro são dolorosas, e a trama nem sequer finge ser imprevisível. Mas Carros 3 tenta pelo menos colocar um pouco mais de combustível no tanque desta vez” (Brian Truitt, da USA Today).
A marca Pixar pode suportar algum dano, mas não há como negar que um desperdício de tempo como Carros 3 seja uma grande derrota” (A.A. Dowd, do AV Club).
Embora este filme não atinja as alturas das melhores conquistas da Pixar, certamente ele se firma não apenas como o melhor da franquia Carros, como também o mais maduro” (Matt Singer, do ScreenCrush).
Carros 3 estreia no dia 13 de julho nos cinemas brasileiros.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário