sexta-feira, 28 de julho de 2017

15 séries que foram banidas das TVs de diversos países!

Seja por Netflix, seja pela TV, podemos dizer com tranquilidade que praticamente todo mundo deve acompanhar alguma série. Porém, o que muitas pessoas não sabem é que algumas das mais famosas já foram completamente proibidas em alguns países!
SimpsonsPower Rangers, Pokémon… Assim como os títulos são variados, os motivos também são: alusão a drogas, séries que podem fazer com que o público se interesse por outras situações e estilos de vida, piadas de mau gosto, entre outros. Veja 15 casos:

1. Pokémon

Nada mais justo do que abrir a lista com uma franquia que é querida por diversas gerações. Pokémon já trouxe algumas polêmicas, como o famoso caso de ataques epilépticos sendo causados por cores fortes exibidas na animação. Porém, os problemas mais graves aconteceram na Turquia: Osman Durmus, o ministro da Saúde turco, queria que a série fosse banida depois de duas crianças tentarem pular da sacada de suas casas, por acharem que tinham os mesmos poderes que os personagens de Pokémon.

2. Family Guy

Não são poucos países que não veem graça em Family Guy: Turquia, Taiwan, Indonésia, Irã, Egito, Malásia, Coreia do Sul, Índia e outros baniram a série — e olhe que nem falamos dos países que baniram episódios específicos. Quer um exemplo? Basta lembrar da tragédia ocorrida em Boston. O episódio "Turban Cowboy" foi retirado do canal que transmite a série, pois mostrava celulares explodindo e Peter atropelando ciclistas da maratona de Boston para vencer a competição. Até mesmo o criador da série achou que faltou bom senso.

3. South Park

Bom, essa é outra série que não surpreende ninguém se for proibida em algum país. No caso do Kuwait, South Park foi banida por causa das piadas com os muçulmanos. Um episódio mostrava Saddam Hussein como amante do Diabo, e fica claro que a recepção não foi muito boa. O filme de South Park também não escapou e foi banido em países como Iraque, Irã, Kuwait, Cingapura e outros.

4. Happy Tree Friends

Quem vê Cuddles, Giggles e os outros personagens pela primeira vez nem deve imaginar que, mesmo com traços fofos, o desenho traz bastante sangue, violência e mortes fortes. A Rússia não achou que o conteúdo era muito bom, então acabou proibindo-o em 2008. O motivo? A série promovia violência e brutalidade, prejudicando a saúde psíquica e moral das crianças. Soa um pouco hipócrita, não?

5. Os Simpsons

Essa proibição é interessante: as duas cores mais características dos Simpsons, o amarelo e o vermelho, levaram a série a ser proibida em Myanmar, na Ásia. O motivo é político, já que essas cores são utilizadas pelos grupos rebeldes do país. Na Venezuela, ela foi banida por ser inapropriada para as crianças. E, aqui no Brasil, também tivemos um episódio proibido, já que mostrava de forma bem estereotipada a família vindo ajudar um garotinho órfão.

6. Doctor Who

O problema dos conteúdos sci-fi é que eles permitem imaginar formas de viver completamentes diferentes, e isso dificulta as coisas para um governo que quer se manter no poder e precisa controlar seus cidadãos. Considerando que Doctor Who é uma série que vai e volta no tempo conforme a necessidade, o governo provavelmente não achou que seria uma boa ideia exibir a história do Doutor ao público. E isso é uma pena, já que são mais de mil episódios com mundos, realidades e situações que não serão assistidos nem imaginados.

7. Modern Family

Estamos em 2017, mas, ainda assim, a homossexualidade continua sendo um tabu. Isso é um problema para Modern Family, já que a série é conhecida por mostrar assuntos considerados tabus de forma leve e natural. Para contornar os casais gays mostrados, um canal de TV iraniano fez um remake bem fiel da série, mas com uma diferença gritante: o casal Mitchell e Cam, homossexuais, não existe. Eles foram substituídos por personagens heterossexuais. No vídeo acima, você vê uma comparação entre a versão original e o remake. O Chile também fez seu próprio remake, tirando de cena o casal gay.

8. The Big Bang Theory

The Big Bang Theory se tornou a série mais vista da China, e eis que, repentinamente, as autoridades chinesas ordenaram que os sites de streaming a retirassem de seus catálogos. The Good WifeNCIS e outras também foram banidas, todas sem justificativa alguma. Porém, uma explicação é que a popularidade da série estava incomodando os governantes, já que os seriados são utilizados para modelar a opinião pública conforme interessar às autoridades.

9. A Vaca e o Frango

Os personagens principais desse desenho são dois animais que já ficam claros no título: uma vaca e um frango. Então, é de se esperar que a animação não fosse muito bem aceita na Índia, já que a Vaca é uma personagem que aparece em cenas engraçadas, e isso é considerado uma falta de respeito ao animal sagrado do hinduísmo. Além disso, há um episódio em que uma gangue de motociclistas mulheres invade uma casa, e são mostrados diversos estereótipos referentes a práticas sexuais.

10. Power Rangers

Pois é, Power Rangers também não escapou. Se há um motivo para banir o programa, provavelmente seria por causa da grande quantidade de violência que faria mal às crianças, certo? Errado. O problema aqui foi que, na Malásia, as autoridades acreditavam que a palavra “Morphin” — ou morfar — no título original da série faria uma referência à droga morfina, o que incentivaria o uso da substância. O interessante é que o mesmo problema surgiu no Reino Unido, mas eles simplesmente mudaram o nome e exibiram os episódios normalmente.

11. Monty Python's Flying Circus

Com o título traduzido para Os Malucos do Circo, essa série da década de 70 foi banida em um país que já foi mencionado algumas vezes aqui. Se você pensou na Malásia, acertou. Acontece que a série zombava de tudo — inclusive de religiões —, e esse tipo de humor não foi muito bem recebido. Os filmes baseados na série também foram banidos pelo mesmo motivo, já que as brincadeiras com o cristianismo não foram toleradas. Porém, outros países, como Irlanda e Noruega, também baniram os longas.

12. Da Ali G Show

Essa é uma série britânica de sátiras, encenada pelo comediante Sacha Baron Cohen. O personagem Borat, personagem de Boratshow, recebeu diversas críticas do governo do Cazaquistão, que achou que todo o humor e as piadas eram de mau gosto e incompatíveis com a ética e o comportamento da população do país. No fim, a série acabou banida — embora a situação toda tenha sido uma faca de dois gumes, uma vez que foi admitido que o filme contribuiu para o turismo no país.

13. M*A*S*H*

M*A*S*H* também teve problemas causados pela forma como retratava pessoas de outros países. A série mostrou a Coreia do Sul e seus cidadãos em uma pobreza extrema. Se fosse apenas isso, talvez não houvesse grandes problemas, mas a questão está justamente na reputação da série, que é conhecida por retratar a Coreia de forma realista. Assim, como não gostaram da forma como aquele momento da história foi imortalizado, a Coreia do Sul resolveu não exibir a série.

14. Knots Landing

Como essa série é da década de 80, pode ser que você não a conheça. Mesmo assim, o motivo de ela ter sido banida é conhecido: o distribuidor Lorimar decidiu banir a transmissão na África do Sul como uma forma de protestar contra o apartheid. E não foi só ele; Lorimar estava junto de outros artistas, que se recusavam a viajar para o país ou realizar apresentações, também em protesto.

15. Sex and the City

Cingapura é um país que possui controle bem rígido do conteúdo que é veiculado. Com isso, é de esperar que Sex and the City não fosse uma série bem recebida lá. Carrie, Charlotte, Miranda e Samantha só foram para as telas quase uma década depois da estreia, sendo que a série exibida foi editada para ficar dentro das especificações exigidas. Porém, mesmo assim é uma vitória, já que as autoridades do país não gostam de nada artístico ou audiovisual que possa mostrar estilos de vida alternativos.
Este texto foi escrito por Danielle Cassita via N-Experts.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário