quinta-feira, 6 de julho de 2017

Afinal, quem lucra com a bilheteria de Homem-Aranha: a Marvel ou a Sony?

Homem-Aranha: De Volta ao Lar chega nesta quinta-feira aos cinemas de todo o mundo com uma proposta inovadora de parceria entre dois estúdios de Hollywood.
Como sabemos, a Marvel Studios e a Sony Pictures chegaram a um acordo alguns anos atrás para produzir em parceria esta nova verão do herói aracnídeo nas telonas.
Na época do acordo, a Sony havia acabado de passar por um resultado decepcionante de O Espetacular Homem-Aranha 2 e estava desistindo da ideia de continuar a franquia (que envolvia ainda um longa do Sexteto Sinistro) quando começou a dialogar com a Marvel Studios.
Foi então que Amy Pascal, da Sony Pictures, recebeu Kevin Feige, o presidente da Marvel Studios, para uma conversa, o que resultou em um acordo na qual a Marvel entraria com a consultoria criativa para reapresentar o Homem-Aranha ao público em troca de ter o personagem dentro de seu Universo Cinematográfico.
Afinal, quem lucra com a bilheteria de Homem-Aranha: a Marvel ou a Sony? Fonte da imagem: Divulgação/Sony Pictures, Marvel Studios
Feige sintetizou esse acordo em uma entrevista: “Realmente o negócio aconteceu quando falei para Amy Pascal, em seu escritório, que achava que a melhor coisa para o personagem seria: a Sony mantém os direitos, paga pelo filme, o distribui e o comercializa. Mas deixe-nos fazer o filme e incorporá-lo em nosso universo”.
Com isso, o Homem-Aranha voltou aos cinemas no ano passado em Capitão América: Guerra Civil, com interpretação de Tom Holland, e chega agora em uma aventura solo produzida pela Sony Pictures, mas com parceria criativa da Marvel.
Mas afinal, como fica a divisão de lucros das bilheterias de Homem-Aranha: De Volta ao Lar? A Marvel Studios ganha alguma coisa com esse acordo com a Sony? A verdade é que não, toda a renda gerada nas bilheterias ficará com a Sony Pictures, que é quem bancou o filme e cuidou de sua distribuição.
Tanto a Marvel como a Disney (conglomerado na qual a Marvel se encontram) sairão lucrando apenas pelos direitos de merchandising do personagem do Homem-Aranha. Fora isso, o único valor que a Sony repassou para a Marvel foi uma taxa de produção pela consultoria de Kevin Feige – mas a Sony não precisará dividir com a Marvel ou com a Disney os lucros das bilheterias.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário