terça-feira, 8 de agosto de 2017

Netflix compra editora Millarworld, do criador de Kick-Ass e Kingsman

A Netflix vem buscando mais conteúdo exclusivo para sua plataforma e nesta segunda-feira a companhia anunciou a compra da Millarworld, do roteirista Mark Millar. Ele é famoso por ter criado os Ultimates, a versão dos Vingadores que influenciou a adaptação para o Marvel Studios, e esteve por trás da Guerra Civil e da trama do Velho Logan na Marvel Comics.
A aquisição, a primeira desse tipo pelo serviço de streaming, faz parte “de uma progressão natural do esforço em trabalhar diretamente com criadores habilidosos e adquirir propriedades intelectuais de história que possuam personagens cativantes e universos atemporais”, descreve o release. Não foram revelados valores sobre a transação.
O teaser divulgado pela plataforma no Twitter traz uma prévia do que pode ser explorado, a exemplo das séries “American Jesus”, “Jupiter’s Legacy”, “Huck”, “Nemesis” e “Chrononauts”, que já há algum tempo está em gestação para as telonas. Ainda não há anúncio sobre quais seriam as primeiras atrações dessa parceria.

Mas quem é Mark Millar?

Bem, como dito acima, Millar e seu estilo impulsivo e polêmico injetou um novo fôlego na indústria no começo dos anos 2000, quando os super-heróis estavam em baixa, a Marvel Comics vinha se recuperando de falência e as adaptações de quadrinhos começavam a ser mais fiéis ao material original, como em “X-Men”, ou “Homem-Aranha”.
Foi nessa época que Millar ajudou a Casa das Ideias a criar o universo alternativo Ultimate, mais realista e explosivo que o tradicional — e daí saíram os Ultimates (Vingadores) e o Quarteto Fantástico que inspirou a adaptação mais recente.
"Civil War" foi um dos grandes sucessos do roteirista durante sua passagem pela Marvel Comics — a trama foi inspiração para o "Capitão América: Guerra Civil"
Paralelamente, Millar tocava suas próprias produções, a exemplo de Kick-Ass, Kingsman e Wanted. Com o sucesso, ele ampliou sua linha com a presença de artistas de peso, a exemplo de Frank Quitely, Sean Gordon Murphy, Leinil Yu e outros nomes consagrados em publicações na Marvel e DC.

"Stan Lee moderno"?

“Como criador e reinventor de algumas das narrativas e personagens mais memoráveis na história recente, que vão das franquias The Avengers da Marvel, Kick-Ass, Kingsman e Wanted and Reborn, Mark está mais próximo do que nunca de um Stan Lee moderno”, exagera o chefe de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos.
Kingsman, que tem continuação chegando aos cinemas em breve, é outra adaptação bem-sucedida dos quadrinhos de Millar
“Queremos criar novos originais oriundos de diversas franquias já existentes, assim como novos super-heróis, anti-heróis, histórias de terror, ficção científica e fantasia que o time do Mark vai criar e publicar.”
Já o falastrão Millar fez questão de se gabar e comemorou a parceria. “Essa é apenas a terceira vez na história que uma companhia de quadrinhos é adquirida nesse nível (as outras a que ele se refere são a compra da DC Comics pelo grupo Time-Warner e a Marvel Comics pela Disney). Estou apaixonado pelo que a Netflix vem realizando e ansioso com os planos dela. Netflix é o futuro a Millarworld não poderia ter melhor lar.”
Este texto foi escrito por Claudio Yuge via Tecmundo.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário