sábado, 18 de novembro de 2017

Quanto Liga da Justiça precisa arrecadar nas bilheterias para se pagar?

Todo mundo sabe que o filme da Liga da Justiça não saiu barato para a Warner Bros. Pictures.
Além de ter um elenco de grandes estrelas e muitos efeitos especiais, a produção passou por dificuldades nos bastidores, com regravações de cenas sob o comando de Joss Whedon.
Tudo isso ajudou a elevar o preço final do longa-metragem, o que tem levado os fãs a questionarem se o filme vai conseguir se pagar nas bilheterias.
Liga da Justiça precisa arrecadar cerca de US$ 600 milhões nas bilheterias mundiais para se pagar. Fonte da imagem: Divulgação/Warner Bros. Pictures
De acordo com uma reportagem da Variety, o custo de Liga da Justiça fechou acima dos US$ 250 milhões – ou seja, mais ou menos o mesmo valor de Batman vs Superman.
Considerando que as salas exibidoras ficam com 50% do valor do ingresso, Liga da Justiça terá que arrecadar cerca de US$ 600 milhões nas bilheterias mundiais para se pagar e começar a dar lucro! (A saber: a China fica com um pouco mais de 50% do preço dos ingressos).
A princípio, essa conta não deveria assustar a Warner Bros. já que os heróis da DC são bastante populares em todo o mundo e o filme era bastante esperado pelo público. No entanto, as críticas negativas (o longa está marcando 39% de “aprovação” no Rotten Tomatoes) podem acabar prejudicando a produção nos cinemas.
De acordo com a Variety, a estimativa de bilheteria de estreia neste final de semana nos Estados Unidos já está abaixo do que os executivos da Warner Bros. esperavam – com projeção de lançamento em US$ 110 milhões, menos do que Thor: Ragnarokfez em sua estreia no começo do mês.
Além disso, Liga da Justiça vai enfrentar Viva! – A Vida é uma Festa, nova animação da Disney/Pixar, na semana que vem nos Estados Unidos. Isso sem falar que a chegada de O Justiceiro na Netflix pode manter muitos espectadores em casa neste final de semana. Será que os executivos da Warner estão preocupados com razão?

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário