quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Oscar 2018: os filmes favoritos para indicações e quais deveriam estar na disputa

No próximo dia 23 de janeiro serão anunciados os indicados ao Oscar 2018, a maior premiação do cinema norte-americano e a parada final da temporada de premiações.
Neste ano, temos vários filmes com chances de entrar na disputa pela cobiça estatueta dourada e não há um franco favorito para o prêmio principal.
Obras como A Forma da ÁguaCorra!Três Anúncios para um CrimeLady Bird e Me Chame Pelo Seu Nome têm dividido as honras entre sindicatos e entidades de críticos e profissionais da indústria; mas qual será o título que a Academia vai escolher como o melhor filme?
A Forma da Água, Três Anúncios para um Crime, Lady Bird e Me Chame Pelo Seu Nome são alguns dos favoritos ao Oscar 2018. Fonte das imagens: Divulgação/Fox Searchlight, A24, Sony Pictures
Abaixo, selecionamos um painel com os longas-metragens que estão mais cotados para concorrer ao Oscar 2018. Assim, você já pode ir se preparando e assistindo aos melhores filmes do último ano!
Vale lembrar que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas pode indicar entre 5 e 10 filmes (se não houver empate) para o prêmio principal.

Favoritos

  • Três Anúncios para um Crime

Fonte da imagem: Divulgação/Fox Searchlight
O filme do diretor e roteirista Martin McDonagh (o mesmo de Na Mira do Chefe) foi o grande vencedor do Globo de Ouro, levando quatro estatuetas – filme de drama, roteiro, atriz para Frances McDormand e ator coadjuvante para Sam Rockwell. Além disso, Três Anúncios Para um Crime ficou com o prêmio da escolha do público no Festival de Toronto, honraria conquistada por outros vencedores do Oscar em anos anteriores. A produção foi também nomeada um dos 10 melhores filmes do ano pelo American Film Institute Awards.
Três Anúncios Para um Crime estreia no Brasil no dia 15 de fevereiro.
  • Lady Bird – A Hora de Voar

Fonte da imagem: Divulgação/A24
O longa da diretora Greta Gerwig foi escolhido o melhor do ano pela associação dos críticos de Nova York e conquistou o Globo de Ouro de melhor filme na categoria comédia. Lady Bird – A Hora de Voar foi também nomeado um dos 10 melhores filmes do ano pelo American Film Institute Awards e pelo National Board of Review.
Lady Bird – A Hora de Voar estreia no Brasil no dia 15 de fevereiro.
  • A Forma da Água

Fonte da imagem: Divulgação/Fox Searchlight
O longa de Guillermo del Toro tem conquistado o maior número de indicações entre todos os concorrentes nas premiações dos mais diversos sindicatos, com especial reconhecimento de suas qualidades técnicas e artísticas. Além disso, del Toro se configura como o favorito na disputa de direção após sua vitória no Globo de Ouro. O filme foi também o vencedor do último Festival de Veneza e foi nomeado um dos 10 melhores filmes do ano pelo American Film Institute Awards.
A Forma da Água estreia no Brasil no dia 1º de fevereiro.
  • Corra!

Fonte da imagem: Divulgação/Universal Pictures
O suspense de crítica racial Corra! pegou todos de surpresa quando foi lançado no começo do ano passado e se tornou um dos favoritos nesta temporada de premiações. A produção entrou nas listas dos 10 melhores filmes do ano do American Film Institute Awards e do National Board of Review e concorre em várias listas de sindicatos e de prêmios do cinema independente.
Corra! já saiu das salas exibidoras.
  • Me Chame Pelo Seu Nome

Fonte da imagem: Divulgação/Sony Pictures Classics
Um dos favoritos do cinema independente este ano, Me Chame Pelo Seu Nomecomeçou a chamar a atenção no Festival de Sundance, realizado em janeiro de 2017, e desde então se confirmou como uma das melhores produções do ano. O longa foi o grande vencedor do Gotham Awards, além de ser reconhecido como o melhor filme do ano pela associação de críticos de Los Angeles e entrar nas listas dos 10 melhores filmes de 2017 pelo American Film Institute Awards e pelo National Board of Review.
Me Chame Pelo Seu Nome estreia no Brasil no dia 18 de janeiro.

Prováveis concorrentes

  • Dunkirk

Fonte da imagem: Divulgação/Warner Bros. Pictures
O filme de guerra do diretor Christopher Nolan está garantido nas categorias técnicas do Oscar, mas tem ficado um pouco de fora da disputa aos prêmios principais. O longa foi indicados às premiações do Globo de Ouro, BAFTA e de sindicatos da indústria, e consta como um dos 10 melhores filmes do ano pelo American Film Institute Awards e pelo National Board of Review.
Dunkirk já saiu das salas exibidoras.
  • The Post – A Guerra Secreta

Fonte da imagem: Divulgação/Universal Pictures
O longa de Steven Spielberg e estrelado por Tom Hanks e Meryl Streep foi laureado como o melhor filme do ano pelo National Board of Review e também entrou na lista dos 10 melhores filmes de 2017 pelo American Film Institute Awards. A campanha da produção, no entanto, parece ter perdido força após sair de mãos abanando do Globo de Ouro e ficar completamente de fora das indicações ao BAFTA.
The Post – A Guerra Secreta estreia no Brasil no dia 25 de janeiro.
  • Doentes de Amor

Fonte da imagem: Divulgação/Lionsgate
A produção foi uma sensação dos festivais de Sundance e South by Southwest, conquistou a crítica e o público, e entrou na seleta lista dos 10 melhores filmes do ano pelo American Film Institute Awards. Doentes de Amor segue concorrendo a diversas premiações, incluindo o de melhor elenco no SAG Awards.
Doentes de Amor já saiu das salas exibidoras.

Brigando por uma vaga

  • O Destino de uma Nação

Fonte da imagem: Divulgação/Universal Pictures
O filme do diretor Joe Wright (o mesmo de Desejo e Reparação e Orgulho e Preconceito) se fortalece pela interpretação do ator Gary Oldman como o Primeiro-Ministro Winston Churchill, favorito na disputa de atuação masculina. A produção ganhou grande apoio do BAFTA, a maior premiação de cinema no Reino Unido, especialmente por ser uma história essencialmente britânica, mas tem ficado de fora de outros importantes prêmios da temporada.
O Destino de uma Nação está atualmente em cartaz nos cinemas brasileiros.
  • Projeto Flórida

Fonte da imagem: Divulgação/A24
Após percorrer o circuito de festivais, Projeto Flórida entrou nas listas do American Film Institute Awards e do National Board of Review, além de ter sido indicado em premiações de sindicatos e da crítica. É a atuação de Willem Dafoe, no entanto, que tem chamado mais a atenção nesta temporada de premiações.
Projeto Flórida estreia no Brasil no dia 1º de março.
  • Eu, Tonya

Fonte da imagem: Divulgação/Neon
O longa-metragem estrelado por Margot Robbie tem aparecido entre os indicados em premiações como o Globo de Ouro e o Gotham Awards (do cinema independente), mas sem grandes vitórias. A maior chance de vitória da produção está com a atriz coadjuvante Allison Janney, que se configura como favorita em sua categoria.
Eu, Tonya estreia no Brasil no dia 15 de fevereiro.

Podem surpreender

  • Trama Fantasma

Fonte da imagem: Divulgação/Universal Pictures
O filme de Paul Thomas Anderson parece ter entrado de última hora na temporada de premiações e foi nomeado um dos 10 melhores do ano pelo National Board of Review. O longa-metragem tem se ancorado na interpretação de Daniel Day-Lewis, que está aposentando sua carreira. Por ter sido um título tardio na temporada, Trama Fantasma pode surpreender.
Trama Fantasma estreia no Brasil no dia 15 de fevereiro.
  • Artista do Desastre

Fonte da imagem: Divulgação/Warner Bros. Pictures
O longa dirigido e estrelado por James Franco foi um verdadeiro fenômeno no Festival South by Southwest e ganhou força ao participar do Festival de Toronto. A produção foi também nomeada uma das 10 melhores do ano pelo National Board of Review e disputou o Globo de Ouro na categoria comédia – levando a estatueta de melhor ator.
Artista do Desastre estreia no Brasil no dia 25 de janeiro.
  • Mudbound – Lágrimas sobre o Mississippi

Fonte da imagem: Divulgação/Netflix
A produção adquirida pela Netflix no último Festival de Sundance conquistou muitos elogios da crítica, além de marcar presença nos festivais de Toronto e Nova York, mas não tem conquistado grandes nomeações nas mais importantes premiações.
Mudbound – Lágrimas sobre o Mississippi estreia no Brasil no dia 15 de fevereiro.

Deveriam estar na disputa

  • Mulher-Maravilha

Fonte da imagem: Divulgação/Warner Bros. Pictures
Além de ser um dos melhores filmes já realizados com base em quadrinhos de super-heróis, Mulher-Maravilha tem a seu favor a discussão atual sobre o papel das mulheres em Hollywood, no que se destaca a direção da cineasta Patty Jenkins. O American Film Institute Awards consagrou a produção como uma das 10 melhores do ano, mas será que a Academia vai pensar o mesmo?
Mulher-Maravilha já saiu das salas exibidoras.
  • Extraordinário

Fonte da imagem: Divulgação/Lionsgate
A adaptação do best-seller da escritora R.J. Palacio tem ficado de fora da temporada de premiações, mas o longa se tornou um grande sucesso de crítica e de público pela sensibilidade como retrata a história do garoto Auggie. Talvez o filme esteja sendo visto como uma obra menor, mas não deveria.
Extraordinário está atualmente em cartaz nos cinemas brasileiros.
  • Blade Runner 2049

Fonte da imagem: Divulgação/Sony Pictures
Inexplicavelmente, o magistral filme de Denis Villeneuve (o mesmo diretor dos excepcionais A Chegada Os Suspeitos) não tem entrado nas principais listas de melhores do ano. Blade Runner 2049 teve grande aceitação da crítica, mas não fez tanto sucesso nas bilheterias. A produção deverá se contentar com indicações nas categorias técnicas.
Veja também: Blade Runner 2049: o que achamos do filme com Ryan Gosling e Harrison Ford (crítica)
Blade Runner 2049 já saiu das salas exibidoras.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário