6 fatos sobre Uma Dobra no Tempo que vão dobrar você - Leitores Anônimos

Post Top Ad

Leitores Anônimos

6 fatos sobre Uma Dobra no Tempo que vão dobrar você

Compart
Faltam menos de três semanas para a estreia do novo filme de Ava DuVernay (Selma).
Com nomes como Oprah Winfrey, Chris Pine, Reese Whiterspoon e Michael Peña no elenco, o longa-metragem conta a história de três crianças que vão parar no espaço com o objetivo encontrar o pai de uma delas, que desapareceu.
Mas o longa-metragem de aventura e fantasia não traz exatamente uma história nova. Ele é baseado em um livro publicado em 1962 que fez um supersucesso entre os leitores!
Aqui vão 6 fatos sobre Uma Dobra no Tempo que vão instigar sua curiosidade sobre o filme!

1. Uma protagonista autoinspirada

A autora do livro, Madeleine L'Engle, tirou da sua própria infância a inspiração para a protagonista da história, a menina Meg Murry. De família simples, introvertida e estranha, Meg não se sentia bonita e achava que estava sempre mal-arrumada.

2. Girl power

Fãs de ficção científica vão encontrar no cinema uma série de exemplos nos quais a protagonista responsável por salvar a galáxia era uma mulher. Quando o Uma Dobra no Tempo foi lançado, no entanto, ainda era vista com olhos no mínimo desconfiados a presença de uma personagem principal menina em um livro de fição científica.
Meg Murry foi altamente pioneira nesse ramo e inspirou uma grande lista de outras jovens protagonistas que vieram desde então. Até ser bem aceita, no entanto, ela — e sua criadora — teve que encarar um bom tanto de olhares descrentes e bloqueios de todos os tipos.

3. Cara na porta

A gente já ouviu essa história antes com vários escritores: a pessoa cria um personagem incrível, uma bela de uma história, mas ainda assim leva uma dúzia de "nãos" até finalmente alguém dar uma chance.
Acontece que, com Madeleine, foi bem mais do que isso. Ela foi rejeitada nada mais, nada menos, do que 26 vezes. O motivo? Bem, Uma Dobra no Tempo sofria de um sério problema chamado (ser escrito por uma mulher?) "era difícil de categorizar".

4. Gênero indefinido

Isso mesmo: a desculpa usada para não publicar o livro de Madeleine foi de que Uma Dobra no Tempo não tinha um estilo definido. Não se sabia se ele era de fantasia ou de fição, se era voltado para adultos ou crianças.

5. Inspiração

Acampar em meio à natureza foi o que inspirou Madeleine a começar a escrever Uma Dobra No Tempo. Ela criou o plot da história durante um passeio no interior dos Estados Unidos, depois de quase desistir da carreira de escritora. Na época, Madeleine tinha 40 anos!

6. Por Einstein!

Por falar em inspiração, as reflexões de um dos maiores cientistas da história sobre não linearidade do tempo também ajudaram a dar um empurrãozinho na criatividade da autora. Depois de estudar conceitos de cosmologia, ela acredita que religião, magia e ciência são aspectos de uma única realidade e não deveriam ser vistos como conflitantes.
Talvez essa seja a origem de toda a confusão de gênero.
Ainda bem que Madeleine teve todas essas inspirações e superou esses desafios, porque agora temos mais uma superprodução da Disney entrando em cena! E o filme promete ser um sucesso tão grande quanto o livro: só o teaser já ficou por 48 horas como o mais visto no YouTube quando foi lançado!
Este texto foi escrito por Lu Belin via n-Experts.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Leitores Anônimos

Pages