9 diretores que abandonaram filmes de super-heróis - Leitores Anônimos

Post Top Ad

Leitores Anônimos

9 diretores que abandonaram filmes de super-heróis

Compart
Já faz bastante tempo que os filmes de super-heróis vêm dominando as bilheterias dos cinemas no mundo todo. E mesmo que algumas pessoas acreditem que o mercado está saturado, é fato que os longas de super-heróis estão cada vez mais populares, o que costuma ser excelente para as carreiras não apenas do atores, mas também dos diretores.
Como os filmes costumam fazer parte de um universo em comum e é quase inevitável que tenham sequências, podem representar um excelente portfólio e garantia de trabalhos futuros para grandes diretores ou até mesmo para os que não têm muita experiência.
Infelizmente, nem sempre trabalhar nesses grandes blockbusters é favorável para todos, e muitos diretores acabam abandonando os projetos.
Confira a seguir alguns nomes que desistiram de dirigir filmes de super-heróis:

9. Bryan Singer - X-Men 3: O Confronto Final

Bryan Singer foi o nome responsável por levar uma adaptação de sucesso dos X-Men para os cinemas em 2000. Conseguiu repetir e, inclusive, aumentar o sucesso com X-Men 2 e provou que a franquia tinha um potencial enorme em uma época em que os filmes de super-heróis não eram tão populares. O diretor tinha intenções de voltar para o terceiro longa, mas foi convidado pela Warner Brothers para dirigir Superman: O Retorno e acabou escolhendo o Homem de Aço.

8. Rupert Wyatt - Gambit

Para a surpresa de muitas pessoas, a Fox anunciou pela primeira vez que produziria um filme do Gambit protagonizado por Channing Tatum em 2014. O personagem, apesar de muito popular, não é necessariamente considerado uma grande estrela, mas foi a aposta do estúdio para substituir os filmes do Wolverine. Em 2015, Rupert Wyatt foi escolhido para dirigir o longa, mas abandonou o projeto alegando problemas de cronograma e diferenças criativas com o estúdio antes mesmo de escolherem o elenco.

7. Doug Liman - Gambit

Sem um diretor para Gambit, a Fox teve pressa para encontrar um substituto e manter a data original de lançamento do filme, que estava previsto para sair em outubro de 2016. Os executivos escolheram Doug Liman e aparentemente tudo ia dar certo, até que o diretor abandonou o projeto alegando que o roteiro não estava tão bom quanto ele gostaria.

6. Seth Grahame-Smith - The Flash

Com o sucesso do filme dos Vingadores em 2012, a Warner Brothers decidiu que também criaria um universo expandido para os longas da DC e que o início dessa nova era aconteceria com a estreia de O Homem de Aço. No meio dos títulos interligados, estava o filme do Flash, previsto para ser lançado em 2018. Seth Grahame-Smith foi o diretor escolhido, mas desistiu de participar do projeto devido a diferenças criativas com o estúdio.

5. Darren Aronofsky - Wolverine: Imortal

Em 2010, a franquia dos X-Men estava dando muito dinheiro para a Fox, mas eram massacrados pela crítica e pelo público. O estúdio queria apostar em mais um filme do Wolverine e decidiu escolher um diretor renomado para tentar ganhar a confiança do público novamente. Aronofsky, na época famoso por Réquiem para um Sonho e O Lutador, foi o escolhido, mas deixou a produção alegando que ficaria muito tempo longe da família.

4. Patty Jenkins - Thor: Mundo Sombrio

Antes de fazer história com o filme da Mulher-Maravilha, Jenkins esteve a um passo de ser a primeira mulher a dirigir um longa de super-herói um pouco antes em sua carreira, em Thor: Mundo Sombrio. Em 2011, foi anunciado que a diretora tinha saído do projeto de forma amigável, mas rumores afirmam que Jenkins foi demitida por diferenças criativas com a Marvel, o que deixou Natalie Portman furiosa na época.

3. Matthew Vaughn - X-Men 3: O Confronto Final

Sem Bryan Singer na posição de diretor, a Fox contratou Matthew Vaughn para dirigir X-Men 3. Ele chegou a desenvolver o filme e até escolher um elenco, mas o estúdio decidiu como data de lançamento maio de 2006. Diante disso, Vaughn abandonou o projeto alegando que a Fox não estava dando espaço para que ele pudesse fazer o longa direito. Em 2011, entretanto, teve uma segunda chance e dirigiu X-Men: Primeira Classe.

2. Edgar Wright - Homem-Formiga

Antes mesmo de o MCU existir, lá por 2003, Wright queria fazer um filme do Homem-Formiga. É quase certeza que sua paixão pelo projeto tenha sido responsável por afastá-lo dele, já que o diretor tinha começado a trabalhar na história antes do lançamento de Os Vingadores, e a Marvel queria que todos os longas tivessem continuidade. Mesmo assim, o diretor conseguiu começar a desenvolver o filme para a Marvel Studios, mas as coisas não deram certo, e a separação oficial se deu em 2014. Rumores indicam que o diretor foi demitido por causa de sua visão para o projeto.

1. Ben Affleck - Batman

Affleck construiu uma sólida reputação como diretor por Medo da VerdadeAtração Perigosa e Argo, então, quando foi escolhido para viver o Batman, era quase certeza que eventualmente iria dirigir um filme do Homem-Morcego. Em 2016, foi anunciado que Affleck, de fato, assumiria esse posto, mas as duras críticas à Batman v. Superman o deixaram visivelmente desanimado. Aos poucos, o ator foi se distanciando da ideia, até que confirmou que não iria dirigir o filme no começo de 2017; além disso, não está claro nem se ele ainda tem planos de continuar no papel de Batman.
Este texto foi escrito por Juliana de Carvalho Pereira via n-Experts.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Leitores Anônimos

Pages