Dark: 90% público da série alemã não veio da Alemanha, revela Netflix - Leitores Anônimos

Post Top Ad

Leitores Anônimos

Dark: 90% público da série alemã não veio da Alemanha, revela Netflix

Compart
Durante um evento de imprensa nos escritórios da Netflix em Los Angeles, nos Estados Unidos, realizado nesta terça-feira (6), o chefe executivo de produto da empresa, Greg Peters, revelou à Variety que 90% do público da série alemã Dark veio de fora da Alemanha.
Dark, que conta a história de uma criança desaparecida que faz com que quatro famílias de uma pequena cidade da Alemanha se ajudem em busca de respostas, estreou na Netflix em dezembro do ano passado e, no mesmo mês, foi renovada para sua segunda temporada. Peters disse no evento que a série se tornou uma das mais assistidas de língua não inglesa no serviço de streaming. Em 2017, aconteceu algo parecido com a brasileira 3%, já que a produção nacional foi a série de outro país mais assistida nos Estados Unidos.
Peters também aproveitou para revelar algumas estatísticas sobre o público global da Netflix: eis que os 117 milhões de assinantes criaram mais de 300 milhões de perfis. Além disso, os membros da Netflix acessaram o serviço de mais de 450 milhões de dispositivos individuais no mês passado, de acordo com Peters.
Alguns desses dispositivos incluíam os óculos VR. Lembrando que a Netflix foi um dos primeiros serviços de vídeo a lançar aplicativos dedicados à realidade virtual em dispositivos como o Gear VR da Samsung, por exemplo. No entanto, durante o evento, Peters afirmou que esse tipo de tecnologia ainda não é um grande foco para a empresa.
"É muito cedo", disse ele sobre a realidade virtual. "Ainda está muito fragmentada. Não temos planos de investir significativamente na criação de conteúdos para os óculos VR".
Com 10 episódios, a primeira temporada de Dark já está disponível na Netflix.
Este texto foi escrito por Fernando Fabretti via n-Experts.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Leitores Anônimos

Pages