Orçamento x Bilheteria: quais foram os 10 filmes mais lucrativos de 2017 - Leitores Anônimos

Post Top Ad

Leitores Anônimos

Orçamento x Bilheteria: quais foram os 10 filmes mais lucrativos de 2017

Compart


Nem sempre os filmes de maior bilheteria representam os títulos de maior lucro para os estúdios de Hollywood.

Orçamentos exorbitantes de blockbusters e gastos com distribuição e marketing muitas vezes pesam na conta dos maiores lançamentos do cinema americano.
Por isso, não é de se estranhar que na lista dos filmes de maior renda líquida de 2017 encontramos longas de menor orçamento, mas que acabaram se tornando fenômenos de bilheteria e gerando lucros gordos para seus estúdios.
Assim como no ano anterior (veja aqui a lista de 2016), o site Deadline trouxe um estudo sobre os rendimentos reais das produções, descontados orçamentos e custos extras.
Confira o resultado desse levantamento de dados e quais foram os 10 filmes de Hollywood de maior renda líquida em 2017:

10. Corra!

Corra! rendeu US$ 124,8 milhões ao estúdio Universal.
Orçamento: US$ 4,5 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 119,6 milhões
Custos totais: US$ 124,1 milhões
Bilheteria nos EUA: US$ 176 milhões
Bilheteria mundial: US$ 255 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 248,9 milhões*
(* este valor soma a arrecadação nas bilheterias com acordos de revenda e desconta os gastos com aluguel de salas exibidoras)
Lucro líquido: US$ 124,8 milhões


9. Guardiões da Galáxia Vol. 2

Marvel teve um lucro líquido de US$ 154,7 milhões com Guardiões da Galáxia Vol. 2.
Orçamento: US$ 200 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 315 milhões
Custos totais: US$ 515 milhões
Bilheteria nos EUA: US$ 389,8 milhões
Bilheteria mundial: US$ 863,8 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 669,7 milhões
Lucro líquido: US$ 154,7 milhões


8. Thor: Ragnarok

Thor: Ragnarok gerou US$ 174,2 milhões aos cofres da Marvel/Disney.
Orçamento: US$ 180 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 289,9 milhões
Custos totais: US$ 469,9 milhões
Bilheteria nos EUA: US$ 315 milhões
Bilheteria mundial: US$ 854,3 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 644,1 milhões
Lucro líquido: US$ 174,2 milhões


7. Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Sony teve um lucro de US$ 200,1 milhões com Homem-Aranha: De Volta ao Lar.
Orçamento: US$ 175 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 289,1 milhões
Custos totais: US$ 464,1 milhões
Bilheteria nos EUA: US$ 334,2 milhões
Bilheteria mundial: US$ 880,1 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 664,2 milhões
Lucro líquido: US$ 200,1 milhões


6. Mulher-Maravilha

Mulher-Maravilha produziu um lucro líquido de US$ 252,9 milhões para a Warner.
Orçamento: US$ 149 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 257,2 milhões
Custos totais: US$ 406,2 milhões
Bilheteria nos EUA: US$ 412,5 milhões
Bilheteria mundial: US$ 821,8 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 659,1 milhões
Lucro líquido: US$ 252,9 milhões


5. It: A Coisa

It: A Coisa gerou US$ 293,7 milhões para a Warner Bros.
Orçamento: US$ 35 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 267,8 milhões
Custos totais: US$ 302,8 milhões
Bilheteria nos EUA: US$ 327,4 milhões
Bilheteria mundial: US$ 700,3 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 596,5 milhões
Lucro líquido: US$ 293,7 milhões


4. Jumanji: Bem-vindo à Selva

Jumanji: Bem-vindo à Selva se tornou o maior sucesso da história da Sony, com US$ 305,7 milhões em lucro.
Orçamento: US$ 90 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 333,9 milhões
Custos totais: US$ 423,9 milhões
Bilheteria nos EUA: US$ 403,7 milhões
Bilheteria mundial: US$ 950,8 milhões
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 729,6 milhões
Lucro líquido: US$ 305,7 milhões


3. Meu Malvado Favorito 3

Universal teve uma renda final de US$ 366,2 milhões com Meu Malvado Favorito 3.
Orçamento: US$ 80 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 258,4 milhões
Custos totais: US$ 338,4 milhões
Bilheteria nos EUA: US$ 264,6 milhões
Bilheteria mundial: US$ 1.037,7 bilhão
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 704,6 milhões
Lucro líquido: US$ 366,2 milhões


2. A Bela e A Fera

A Bela e A Fera produziu uma renda líquida de US$ 414,7 milhões para a Disney.
Orçamento: US$ 160 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 337,8 milhões
Custos totais: US$ 497,8 milhões
Bilheteria nos EUA: US$ 504 milhões
Bilheteria mundial: US$ 1.263,5 bilhão
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 912,5 milhões
Lucro líquido: US$ 414,7 milhões


1. Star Wars: Os Últimos Jedi

Star Wars: Os Últimos Jedi gerou um lucro de US$ 417,5 milhões para a Disney e a Lucasfilm.
Orçamento: US$ 200 milhões
Custos de distribuição e marketing: US$ 378,3 milhões
Custos totais: US$ 578,3 milhões
Bilheteria nos EUA: US$ 620 milhões
Bilheteria mundial: US$ 1.332,5 bilhão
Bilheteria final com revendas e aluguel de salas: US$ 995,8 milhões
Lucro líquido: US$ 417,5 milhões

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Leitores Anônimos

Pages