Os 10 maiores fracassos comerciais da história do cinema - Leitores Anônimos

Post Top Ad

Leitores Anônimos

Os 10 maiores fracassos comerciais da história do cinema

Compart
O plano parece simples: ter um roteiro, contratar uma equipe, investir milhões de dólares na produção do filme e ter um ótimo retorno nas bilheterias. Certo? Nem sempre. Em um mundo dominado pelo dinheiro, muitas vezes nem mesmo um bom roteiro ou grandes atores e diretores conseguem salvar um filme de não corresponder às expectativas nos cinemas do mundo todo, com perdas financeiras que podem ser catastróficas.
Confira a seguir os longas que mais causaram prejuízo para os estúdios, com todos os valores ajustados pela inflação (segundo dados divulgados pelo Film Site):

10. Sahara (2005) - Prejuízo estimado: US$ 125 milhões

Sahara, que tinha no elenco Penélope Cruz, Matthew McConaughey e Steve Zahn, não foi necessariamente um fracasso nas bilheterias (faturou US$ 119,3 milhões nos cinemas), mas ainda assim não foi vantajoso. Acontece que ele foi supercaro para ser produzido, e existe até uma possibilidade de transações financeiras ilegais terem acontecido entre Hollywood e o governo do Marrocos (onde as gravações aconteceram). A produção não se pagou e gerou um grande prejuízo.

9. O Cavaleiro Solitário (2013) - Prejuízo estimado: entre US$ 100 e 200 milhões

É muito provável que a Walt Disney Pictures tenha feito esse filme tentando replicar o sucesso da franquia de Piratas do Caribe, que também tem Johnny Depp no elenco, mas só conseguiu resultados negativos de crítica e público. Mesmo com um orçamento exorbitante de cerca de US$ 250 milhões e um alto investimento em estratégias de marketing, o longa falhou nas bilheterias e ainda lidou com controvérsias causadas pela escolha de Depp como um personagem índio.

8. John Carter: Entre Dois Mundos (2012) - Prejuízo estimado: entre US$ 130 e 213 milhões

O filme foi mais uma tentativa da Walt Disney Pictures de criar uma franquia de sucesso, o que infelizmente não deu certo. Com um orçamento de US$ 264 milhões, fora os custos de marketing, o longa, baseado nos livros de Edgar Rice Burroughs, não tinha atores muito conhecidos no elenco e falhou em gerar interesse no público.

7. Final Fantasy (2001) - Prejuízo estimado: US$ 130 milhões

O filme, inspirado nos jogos de mesmo nome, tinha um visual gráfico muito avançado para a época, com personagens e ambientes bastante realistas. Mesmo com esse salto em relação às animações do período, o orçamento de produção foi bem alto (US$ 137 milhões), e filmes de animação ainda eram muito associados ao gênero infantil, o que afastou o público e gerou prejuízo.

6. A Queda do Império Romano (1964) - Prejuízo estimado: US$ 126 milhões

A Queda do Império Romano prova que nem todas as produções que causam prejuízo são necessariamente ruins, pois atualmente ele é considerado um dos maiores filmes épicos da história. A produção custou aproximadamente US$ 20 milhões, mas só arrecadou US$ 4,75 milhões nas bilheterias, o que somado aos custos de marketing e tendo os valores ajustados pela inflação causou uma perda de US$ 126 milhões.

5. Pluto Nash (2002) - Prejuízo estimado: US$ 131 milhões

Depois de muitos filmes de sucesso nos anos 80 e 90, Eddie Murphy experienciou um grande fracasso nos cinemas com Pluto Nash. O filme teve um orçamento total de US$ 120 milhões, mas só arrecadou US$ 7,1 milhões nas bilheterias, gerando um prejuízo enorme e afetando drasticamente a carreira de Murphy.

4. Marte Precisa de Mães (2011) - Prejuízo estimado: US$ 157 milhões

É muito fácil associar a Disney a diversos filmes de sucesso, mas muitas vezes o estúdio lança produções tão malsucedidas que podem até passar despercebidas. Provavelmente, esse é o caso e talvez você nem se lembre dessa animação computadorizada de 2011. O longa teve orçamento de US$ 150 milhões, mas arrecadou apenas US$ 39 milhões nos cinemas.

3. A Ilha da Garganta Cortada (1995) - Prejuízo estimado: US$ 143 milhões

A produção de 1995 foi o principal motivo para acharem que filmes de piratas seriam fracassos nos cinemas (até a chegada de Piratas do Caribe em 2003), sendo inclusive dono do antigo recorde de maior prejuízo nas bilheterias. O longa arrecadou apenas US$ 10 milhões, valor insuficiente para compensar os US$ 115 milhões investidos entre produção e marketing.

2. 47 Ronins (2013) - Prejuízo estimado: entre US$ 102 e 158 milhões

Além de ter o mesmo nome de um filme clássico japonês, o que provavelmente mais confundiu os fãs do que os levou ao cinema, o estúdio escolheu um elenco majoritariamente composto de atores japoneses desconhecidos (fora Keanu Reeves no papel principal), e isso não ajudou a vender a produção nos Estados Unidos. Entre diversos problemas, o orçamento inicial do filme precisou aumentar para US$ 225 milhões graças à regravação de algumas cenas e, no fim, foram perdidos aproximadamente US$ 158 milhões.

1. O 13º Guerreiro (1999) - Prejuízo estimado: entre US$ 101 e 190 milhões

É estimado que o filme seja o maior fracasso comercial de todos os tempos. Levando em consideração os padrões da época, o custo total foi muito alto (US$ 160 milhões investidos), mas ele arrecadou US$ 61,7 milhões mundialmente e não conseguiu corresponder ao investimento.
Este texto foi escrito por Juliana de Carvalho Pereira via n-Experts.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Leitores Anônimos

Pages