The Handmaid's Tale: 2ª temporada trará situações que põem em xeque nossa humanidade - Leitores Anônimos

Post Top Ad

Leitores Anônimos

The Handmaid's Tale: 2ª temporada trará situações que põem em xeque nossa humanidade

Compart
No ano passado, a primeira temporada de The Handmaid's Tale conquistou a todos: fãs, críticos e até quatro Emmys. Agora, o público espera ansioso a segunda temporada da distopia, que estreia no dia 26 de abril.
Baseada no livro hômonimo de Margaret Atwood (que por aqui ganhou a tradução de "O Conto da Aia"), a trama acompanha um futuro horrível, em que católicos extremistas dominaram os EUA. Nessa nova sociedade, nomeada Gilead, as mulheres são divididas em castas: esposas, martas (trabalhadoras domésticas, como cozinheiras e faxineiras) e aias. Esse último grupo, que nomeia o romance, tem uma função bizarra: gerar as crianças dos líderes religiosos, num ritual monstruoso.
Segundo Elizabeth Moss, que vive a protagonista da série, a temporada vai ganhar certa complexidade emocional.
"No ano passado, nós lidamos com vários momentos grandiosos e bastante emotivos. Essa temporada é mais complexa e quase mais madura emocionalmente, lidando com coisas realmente muito complicadas. Manter o desempenho está sendo incrivelmente desafiador."
Na primeira temporada, acompanhamos Offred: a personagem de Moss já não era mais ela mesma, mas sim uma propriedade do Comandante. Aos poucos, ela vai recuperando sua própria identidade diante do público, num processo doloroso e perigoso.
"Offred está desaparecendo, está enfraquecendo, e há uma nova June vindo. Não a June dos flashbacks, a June que vai estar em Gilead e após Gilead. Ela é uma lutadora, mas também é alguém que passou por alguns problemas."

2ª temporada de The Handmaid's Tale vai mostrar as Colônias

Ademais, outras ótimas coisas vão acontecer na série. Primeiro, teremos 13 episódios, três a mais do que na primeira temporada. Segundo, o orçamento de The Handmaid's Tale aumentou também, o que vai ser ótimo para a produção. Teremos vários cenários: as Colônias, um apartamento fixo para Luke (O. T. Fagbenle), além de novos lugares de Gilead, vistos pelos flashbacks de Serena Joy (Yvonne Strahovski) e Fred Waterford (Joseph Fiennes).
Finalmente veremos as Colônias, e o quão horrorosas elas são. Se você não se lembra, elas eram campos de repletos de radiação, para onde eram enviados os "indesejados" da comunidade, como professores e homossexuais. No fim da primeira temporada, é para lá que vão Emily (Alexis Bledel) e Janine (Madeline Brewer). Brewer comentou sobre o futuro de sua personagem, e o quão horrível ele é.
"[A série] alcança um novo nível nessa temporada, com as Colônias. Quando você pensa que não dá para ficar mais desumano, você olha para o modo como essas mulheres vivem lá, e é inconcebível. Uma das minhas partes favoritas é quando você está olhando para as Colônias, e há esse verde exuberante, nas colinas e campos, e então você coloca isso sob um microscópio e vê que as mulheres estão perdendo seus cabelos e seus dentes, e sua pele está descolando, e elas estão morrendo todos os dias. É como Gilead: você vê isso com lentes largas e pensa 'Oh, meu Deus, que comunidade agradável'."
Um dos motivos pelos quais The Handmaid's Tale impressiona tanto é ver o quão palpável essas coisas horríveis são. Ainda bem que não vivemos nesse tipo de distopia, mas o que choca é perceber que não seria impossível. Bruce Miller, o criador da série, indicou que os novos episódios vão continuar mostrando reflexões sobre o nosso presente, enquanto se mesclam com esse futuro assustador.
"Grandes forças estão lutando, e você é só um humano. Então, nós temos muitas coisas com Mayday e outros grupos rebeldes, que estão lutando. Também existem pessoas lutando no Canadá para melhorar o mundo. Como é viver num lugar onde há instabilidade, e como é essa instabilidade? E pelo Comandante, como é estar no controle disso tudo, indo da inexperiência a um grande papel de liderança? Os americanos definitivamente podem se identificar."
Este texto foi escrito por Verenna Klein via nexperts.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Leitores Anônimos

Pages