5 filmes da Marvel que nunca aconteceram - Leitores Anônimos

Post Top Ad

Leitores Anônimos

5 filmes da Marvel que nunca aconteceram

Compartilhar

Dizer que os filmes da Marvel têm melhor planejamento apenas por seus desempenhos recentes em comparação aos daqueles de heróis de outra editora tiveram no cinema é ignorar quase todo o aprendizado que os produtores envolvidos com o Marvel Studios adquiriram com as produções realizadas antes da instituição do MCU com Homem de Ferro, em 2008, sejam elas boas ou esquecíveis.

Para se ter ideia, antes mesmo de Kevin Feige ter em mãos todo esse universo bilionário, o presidente do estúdio teve seu nome creditado como produtor associado, coprodutor e/ou produtor executivo em títulos como os três primeiros X-Men, sem esquecer os infames Demolidor: O Homem Sem MedoHulk Elektra.
A cada erro aprendido, tanto estúdios quanto realizadores ganharam experiência também com projetos descontinuados na adaptação de alguns dos heróis da Marvel para o cinema, em casos que remontam desde as tentativas de James Cameron e de Wesley Snipes em, respectivamente, fazer filmes do Homem-Aranha e do Pantera Negra no início dos anos 90, todavia impedidos pelas limitações tecnológicas.
Entre produções que desandaram por impasses criativos ou fatores diversos que levaram a outros projetos, acompanhe abaixo uma relação de alguns conhecidos projetos de filmes da Marvel que foram cancelados nos anos anteriores.

1. Homem de Ferro… com Tom Cruise?

Quatro anos antes de Robert Downey Jr. encerrar Homem de Ferro com uma frase que muito definiria o papel de sua carreira, o produtor Avi Arad cantava que um filme do personagem estava em produção contando com um roteiro assinado pela dupla Al Gough e Miles Millar (Smallville) e dirigido Nick Cassavettes (Diário de Uma Paixão). Tom Cruise, especulava-se, seria responsável por dar vida a Tony Stark no cinema, embora as negociações nunca tenham sido confirmadas por parte do astro naquelas circunstâncias.
Curiosamente, o protagonista só veio a comentar sobre tal escalação há pouco tempo em entrevista para o ComicBook.com, alegando que nunca esteve perto de conseguir o papel e que ama o trabalho de Downey Jr., sendo incapaz de imaginar outro ator como Stark.

2. X-Men Origens: Magneto

Após uma recepção agridoce com X-Men: O Confronto Final (2006), o futuro parecia incerto para os Filhos do Átomo nos cinemas, ainda que a Fox já pensasse em filmes solo para Wolverine (sendo o primeiro lançado em 2009) e outro de origem para Magneto. Com um roteiro escrito por David Goyer (conhecido por seu trabalho em Blade Batman Begins, na época), que também era cotado para dirigir, o longa abordaria a juventude de Erik Lensherr antes de se tornar o antagonista mutante, sendo prisioneiro dos campos de concentração nazistas, e o impacto que isso trouxe na sua visão quanto à humanidade nas décadas seguintes.
Percebeu alguma semelhança com X-Men: Primeira Classe (2011)? Até mesmo Goyer se surpreendeu com o fato de muito da sua versão para o antagonista estar presente no filme dirigido por Matthew Vaughn, embora o roteiro escrito a quatro mãos tenha se dedicado a contar também as origens de Charles Xavier, Mística, Fera e personagens inéditos.

3. Homem-Aranha 4

Em 2007, Homem-Aranha 3 fez bons números nas bilheterias pelo mundo, apesar de opiniões bastante divididas não só entre espectadores, mas também dentro da produção. Até mesmo o diretor Sam Raimi parecia desanimado com o resultado, alegando publicamente para o Slash Film que não acreditava em todos os personagens e que isso não poderia ser escondido das pessoas.
Em um hiato de 3 anos, boatos sobre um quarto filme retomavam indicando a possível transformação do Prof. Curt Connors em Lagarto, além da escalação de John Malkovich para viver o Abutre. No entanto, mesmo com Raimi ainda ligado à direção, o cineasta comentou à Vulture que não queria fazer um filme menor, ciente também de que a Sony já planejava um reboot – um fato confirmado pelo próprio estúdio posteriormente, agendando O Espetacular Homem-Aranha para 2012 e que, como sabemos, infelizmente não foi tão bom. O que nos leva a outro projeto abandonado…

4. O Sexteto Sinistro

Com O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro, a Sony pretendia firmar uma saga de quatro filmes protagonizados por Andrew Garfield, chegando até mesmo a adiar a participação de Shailene Woodley (Big Little Lies) como Mary Jane no segundo longa para melhor desenvolvê-la no terceiro.
Além disso, estava nos planos do estúdio realizar um spin-off dos vilões do Sexteto Sinistro para complementar esse Universo-Aranha, uma vez que boa parte dos aparatos tecnológicos dos integrantes foram introduzidos no longa de 2014; vide os créditos finais:
Aos cuidados de Drew Goddard (O Segredo da Cabana), a história seguiria por um caminho menos dependente dos filmes principais, tendo uma estreia prevista para 2016. Além disso, de acordo com os emails vazados no "Sony Hack", os produtores cogitavam colocar um Dr. Octopus interpretado por Sean Penn como líder da equipe, incluindo um desejo de ter Tom Hardy como Homem-Areia, Emily Blunt como Scorpia, Colin Firth sendo o Abutre e uma possibilidade de ter Channing Tatum como Venom.
Após a repercussão do teor das mensagens de Amy Pascal (a então CEO da Sony Pictures), o baixo retorno de crítica e o descontentamento de Garfield quanto à direção de seu personagem, o estúdio desistia do projeto enquanto as conversas com o Marvel Studios cresciam para outro reboot e integrando o personagem ao MCU. Como sabemos, o novo Homem-Aranha de Tom Holland é um dos personagens mais queridos dos Vingadores para o público e conquistou pouco mais de US$ 1 bilhão com seu filme solo em 2017.
Desta vez com Tom Hardy como Eddie Brock, Venom marca o primeiro spin-off do "Aranhaverso", com estreia marcada para 4 de outubro.

5. Inumanos

No final de 2014, Kevin Feige anunciou alguns dos títulos que viriam a integrar a grandiosa Fase 3. Entre os conhecidos Doutor EstranhoThor: RagnarokPantera Negra e Capitã Marvel, Feige salientava a importância de Inumanos para o Universo Cinematográfico Marvel com o intuito de apresentar uma dúzia de novos personagens donos de tantos poderes e de uma incrível estrutura social, sendo uma expansão significativa para a comemoração de seu 20º filme lançado nos cinemas com data de estreia inicial para novembro de 2018.
Porém, os planos da Marvel para os Inumanos – inclusão de easter eggs nos filmes, um roteiro assinado por Joe Robert Cole (Pantera Negra) e até mesmo uma possibilidade futura de derivados – ruíam-se toda a vez que o estúdio remodelava sua agenda de lançamentos, tornando a estreia adiada de 2019 um acontecimento cada vez mais irreal até ser definitivamente excluída da programação.
As possíveis causas: a segunda temporada de Agents of S.H.I.E.L.D. antecipou o conceito dos Inumanos ao público enquanto se desvencilhava de sua dependência dos eventos cinematográficos, seguindo um caminho próprio que parecia divergir do que Feige pretendia contar com o filme. Afinal, uma vez que o seriado mostrava vários inumanos espalhados na Terra, seria difícil não mencionar tamanho detalhe mesmo focando a narrativa apenas nos personagens da Família Real.
Se o destino dos Inumanos era permanecer na TV, a Marvel anunciou em novembro de 2016 que os personagens teriam um seriado exibido pelo canal ABC, com estreia marcada para setembro de 2017. Rodado parcialmente com câmeras IMAX, os dois primeiros episódios foram exibidos nos cinemas da empresa, mas sem relações com o roteiro previamente escrito para o filme planejado. Decepcionando os fãs por não conter ligações com Agents of S.H.I.E.L.D. e com ressalvas quanto às aparências dos personagens, o seriado de oito episódios encontrou uma difícil apreciação, tornando-se oficialmente cancelado com apenas uma temporada.

– E quanto ao filme do Gambit?

Datada de 2015, a intenção da Fox de fazer um filme de Gambit estrelando Channing Tatum parecia – com o perdão do trocadilho – uma cartada certa se não fossem os atrasos de produção. Diretores notáveis cotados começaram a alegar diferenças criativas, e o projeto parecia condenado ao esquecimento, especialmente depois do adiamento de X-Men: Fênix Negra e Os Novos Mutantes.
Contudo, o produtor Simon Kinberg não desiste. Em entrevista para a Variety no lançamento de Deadpool 2, ele afirmou que agora possuem um roteiro que amam e que, em breve, anunciarão um diretor para começar a filmar, provavelmente, no final do verão norte-americano. Até seu lançamento, tudo pode acontecer – mas esperamos não incluir a produção nesta lista efetivamente.
Este texto foi escrito por Thiago Cardoso via nexperts.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Leitores Anônimos

Pages