O que sabemos sobre o próximo Matrix - Leitores Anônimos

Post Top Ad

Leitores Anônimos

O que sabemos sobre o próximo Matrix

Compart

Há quase 20 anos, Matrix despontava nos cinemas como um dos filmes de ação com os efeitos mais inovadores combinados a uma trama futurista, dialogando com a crescente realidade digital que nunca deixou de expandir com a entrada do novo milênio.
Tendo em mãos um elenco competetente formado por Keanu Reeves, Carrie Anne-Moss, Laurence Fishburne e Hugo Weaving, as irmãs Wachowski inseriam nas entrelinhas de seu espetáculo visionário muitas pautas filosóficas e existenciais cujo impacto não se perdeu até hoje.

Embora as duas continuações (respectivamente, Matrix Reloaded e Matrix Revolutions) tenham ido a fundo em sua mitologia ao passo em que viram suas aprovações de público e crítica diminuírem, é inegável o impacto cultural que a trilogia trouxe para o entretenimento. Ainda mais quando as duas cineastas já pensavam em uma narrativa transmídia com a animação Animatrix, quadrinhos e videogames antes mesmo de a Marvel e a Lucasfilm, com Star Wars, abraçarem o conceito na expansão de seus devidos universos com outros produtos midiáticos complementando as aventuras cinematográficas.
E se ter uma franquia é o que há de mais rentável em Hollywood por esses tempos, não foi de total surpresa quando se levantaram os rumores de que novos filmes do universo Matrix estariam no pensamento dos executivos da Warner, tendo em vista que outras propriedades do estúdio (O Senhor dos Anéis e Harry Potter) ganharam novas empreitadas no cinema.

Mas, afinal, o que se sabe sobre o futuro de Matrix?

Sem pronunciamentos oficiais até agora (algo que a próxima San Diego Comic-Con pode mudar), a maioria das informações circundam principalmente dos artistas que se envolveram ou estão atrelados à nova produção. Confira abaixo a lista com alguns fatos:

1. Matrix sem as Wachowski

Lilly e Lana Wachowski ganharam notoriedade como realizadoras após a trilogia encerrada em 2003 e se lançaram em projetos inovadores – ainda que não fossem necessariamente originais e de bilheterias estrondosas (muito pelo contrário) –, como V de VingançaSpeed RacerA Viagem (ou Cloud Atlas, no original), O Destino de Júpiter e Sense8 – talvez sua produção com melhor recepção do público desde então.
Agora, com a série da Netflix encerrada, seria ideal que as irmãs assumissem o comando da produção a fim de não perder sua essência. Ao que tudo indica, porém, as Wachowski estariam focando em outros projetos até o presente momento.

2. Sem Keanu Reeves

Retornando ao estrelato dos filmes de ação com o personagem John Wick, não tardou para que Keanu Reeves fosse questionado a respeito de um possível retorno a Matrix.
O ator foi direto ao ponto: se as Wachoswki estiverem envolvidas na direção e no roteiro, ele não vê objeções nesse retorno. No entanto, sabemos que isso não está para acontecer até segunda ordem, até porque o destino de Neo ficou em aberto no terceiro filme. Além disso, não haveria sentido uma volta de Carrie Anne-Moss, uma vez que Trinity morreu no terceiro ato de Matrix Revolutions.

3. Michael B. Jordan como protagonista

Quando o The Hollywood Reporter anunciou, em março de 2017, que a Warner planejava um reboot de Matrix, o veículo também divulgou que fontes indicaram o envolvimento do ator Michael B. Jordan como o protagonista do novo filme.
Mais de 1 ano depois dessa notícia, nada foi confirmado, a não ser o fato de que Jordan ganhou renome interpretando o vilão Erik Killmonger em Pantera Negra e está em produção com Creed II, reprisando seu papel de Adonis Creed no derivado da série de filmes Rocky.
Considerando que o roteirista Zak Penn está desenvolvendo uma história com novos personagens, Jordan seria uma ótima (e representativa) escolha para liderar o elenco da nova produção.

4. Uma História Matrix

Como mencionado anteriormente, Matrix foi pioneiro em desdobrar sua história para outras mídias, uma década antes de a Lucasfilm ser comprada pela Disney e anunciar que, em paralelo aos filmes episódicos, longas derivados também seriam produzidos, além de romances, jogos e histórias em quadrinhos que integrariam um cânone oficial. Aparentemente, esse seria um dos caminhos tomados por Zak Penn no roteiro que lhe foi encomendado.
Em um tweet publicado em sua conta em outubro de 2017, Penn enfatizou que o novo filme não será um reboot, muito menos uma continuação, alertando os seus seguidores a observarem o que as Wachowski fizeram em Animatrix e nos quadrinhos:


Zak Penn
@zakpenn

1) Re: the Matrix, yes I’m writing something. Not a reboot, not a continuation, watch Animatrix, read comics to see what wachowskis did
Informações e privacidade no Twitter Ads
De qualquer forma, principalmente considerando o desempenho de Han Solo: Uma História Star Wars nas bilheterias, é bem improvável que vejamos uma espécie de Oráculo: Uma História Matrix entrar em cartaz – por pior que a Warner esteja de ideias originais

5. Se não é um reboot, é o quê?

Com Zak Penn se esquivando da possibilidade de resetar Matrix e se apresentando fiel ao universo criado pelas Wachowski, a ideia aparente é que a história em desenvolvimento pelo roteirista foque em novos personagens, cenários e um conflito bem mais contemporâneo do que o velho medo da ficção científica em ver um mundo infestado por máquinas.
Por mais que Lilly e Lana tenham usado as sequências de 2003 para apresentar diversos conceitos de seu universo distópico envolvendo figuras como O Chaveiro e O Arquiteto, nada impede que Penn siga por um caminho distinto para dialogar com nossa realidade virtual, que já não se apavora mais com um vírus no sistema tal como acontecia em 1999.
Não por menos, em Jogador Nº1, o roteirista aproveitou uma brecha na história original de Ernest Cline para criticar a investida das redes de relacionamento em ceder cada vez mais espaço para a publicidade paga perante a proposta interação social.
Ainda assim, com ou sem Keanu Reeves e as Wachowski, ficamos esperando que o novo Matrix não deixe de lado a inventividade de suas cenas de ação e a filosofia edificante.
Este texto foi escrito por Thiago Cardoso via nexperts.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Leitores Anônimos

Pages