Resenha - Warcross - Leitores Anônimos

Post Top Ad

Leitores Anônimos
Imagem relacionada

Livro: Warcross

Autor: Marie Lu
Páginas: 320
Editora: Rocco

Resultado de imagem para warcross


Sinopse Rocco: Neste eletrizante thriller de ficção científica, Emika Chen é uma hacker de 18 anos com uma vida financeira difícil. Num golpe de sorte do destino, ela se torna milionária ao ser contratada pelo criador do Warcross, um jogo de realidade virtual que virou febre em todo o mundo, para evitar um ataque em massa que estaria sendo planejado contra a plataforma – e seus milhões de usuários – durante a cerimônia de encerramento de um grande campeonato. Mas a garota logo conhece o lado sombrio do sucesso, à medida que a final se aproxima e pistas ameaçadoras começam a surgir. De onde partirá o ataque ao maior fenômeno da tecnologia mundial? Imersa no universo do Warcross, Emika descobre que escolher em quem confiar pode ser o jogo mais arriscado de todos. (Resenha: Warcross – Marie Lu) 







No novo livro de Marie Lu temos uma intrigante narrativa que levanta algumas questões muito importantes e que ainda fazem um misto entre games e realidade. Uma história que consegue ser provocativa e entreter ao mesmo tempo.  É com foco nesse universo tecnológico que nos aventuramos por “Warcross” e nos deparamos com uma trama que traz inúmeras referências à cultura pop, referências essas que deixariam o Capitão América em êxtase por entender todas elas.

Resultado de imagem para gifs VR

No novo projeto de Marie Lu, vivemos em um futuro não tão distante quanto se possa imaginar, mas que possui características que podem nos parecer bem familiares. Nele existe um óculos chamado NeuroLink que é capaz de promover uma imersão sem precedentes naquele que o usa. Com a tecnologia na palma das mãos, esse tipo de óculos apresenta algo que deixa os antigos VR no chinelo, com uma característica que atua “enganando” o cérebro a ponto de fazer com que o usuário acredite estar vivendo uma cena real, como em um sonho. Não é aquela sensação de estar em um outro ambiente através de gráficos bem elaborados, muito pelo contrário, é tudo muito real.

O óculos por si só precisa de algo que o torne atrativo, e é nesse contexto que conhecemos Warcross, um jogo online que possibilita que jogadores participem de batalhas. Não demora para que aconteça sua popularização, atraindo olhares do mundo inteiro, que combinam campeonatos, disputas, torneios, e tudo o mais que tem direito.  

Agora que já conhecemos o jogo, precisamos conhecer o nome por trás dele. Hideo Tanaka, um magnata multimilionário que criou o primeiro protótipo dos óculos quanto tinha apenas 13 anos de idade. Agora, aos 21, ele é dono da Hanka Games, a empresa responsável pelos campeonatos. A fortuna do jovem só cresce e sua inteligência é digna de aplausos, afinal, quantos adolescentes de 13 anos que criou um império você conhece?
Acredito que vocês conseguiram se ambientar um pouco no universo de Warcross, né? 

Então vamos falar agora da nossa protagonista: Emika Chen é uma garota de 18 anos que foge das nossas compreensões sobre o que é ser sensacional. Já entendemos que esse é um universo fascinante, e que dia após dia as pessoas estão cada vez mais imersas em tecnologia, mas Emika é simplesmente incrível. Mesmo com tão pouca idade ela é uma hacker poderosa que trabalha como caçadora de recompensas para a NYPD.

Resultado de imagem para gifs boletos
Tudo que nossa protagonista queria! Money!

Se você é jovem, estuda, trabalha, corre pra pagar as contas e se vê com um amontoado de boletos no final do mês, é possível que você se identifique com a garra de Emika. Mesmo sendo tão jovem ela trabalha duro todos os dias pra contribuir com as contas do apartamento que divide com uma amiga. Mas mesmo assim, os boletos só acumulam.

Com os problemas batendo a porta e a ordem de despejo lhe dando olá, ela decide aliviar um pouco dos estresses e se conectar à abertura do campeonato mundial de Warcross. Porém, mal começa o jogo e ela dá de cara com um bônus especial que ajuda os jogadores com suas habilidades. 

Naquele momento ela vê ali uma oportunidade. Uma oportunidade de levar uma grana: furtar aquele bônus e vender no mercado negro. Porém, como sabemos, isso é ilegal, então pode trazer problemas.

Como boa profissional que é, ela obtém êxito em seu negócio, mas isso a coloca em um risco tremendo, pois acaba sendo exposta para todos os expectadores da arena, o que interrompe o campeonato mundial.

Imagem relacionada
"Você vai ser desmascarada"

Imagina a cena: você está lá, de madrugada na cozinha, roubando o último pedaço de pudim da geladeira, quando de repente derruba uma garrafa de água e acorda a casa toda.
É basicamente isso que acontece. Emika agora só espera o pior. Porém, não é bem o que acontece. Quem entra em contato com ela é o próprio Hideo, que está impressionado com as habilidade da garota e a convida pra ir até Tóquio para participar do campeonato.

Eu estou com medo de falar demais e acabar por contar spoilers, então acredito que já tenha conseguido despertar um pouco da curiosidade de vocês até o momento. As intenções de Hideo não são as mais generosas possíveis, logicamente ele quer se aproveitar de Emika de alguma forma, e isso vocês precisam ler para descobrir.

O livro possui ótimas descrições e você consegue se enxergar passeando por aqueles lugares. Marie Lu se mostra uma escritora de primeira linha. A gente termina o livro ansioso pela continuação, pois esse é o primeiro de uma duologia. É um livro que indicamos, recomendamos, amamos e desejamos que todos leiam. É muito “amos”, né?
Apenas leiam, é um livro maravilhoso.



E vocês, seus lindos, que vem aqui, leem nossas matérias, mas não deixam um comentário, não me seguem nas redes sociais, nem dizem um oi para o pobre colunista aqui, só tenho um recado: estou de olho.


Segue a gente aqui, ó:

Instagram do Leitores Anônimos: @leitoresanonimos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Leitores Anônimos

Pages