A ascensão das comédias animadas - Leitores Anônimos

Post Top Ad

Leitores Anônimos

A ascensão das comédias animadas

Compart
Animações ganharam força em Hollywood desde os primórdios da Disney, algo que acompanhou a empresa sempre que um longa encantador chegava ao cinema. Hoje, os desenhos ganharam mais espaço na televisão, ainda mais com o alto consumo dos serviços de streaming. E um gênero tem se consolidado no estilo: a comédia. Isso fica ainda mais evidente com o sucesso de público e crítica de produções como BoJack Horseman, Rick and Morty, Bob’s Burgers Archer.
Se antigamente havia o estigma no Ocidente de que animações deveriam ser sempre infantis, desenhos como Simpsons South Park mostraram o contrário, realçando para a indústria que havia espaço para narrativas animadas que abusassem de comédia voltada ao público adulto. “Eu não enxergo as animações como um estilo, mas sim como um formato. Dizer que alguém é fã de animação faz tanto sentido quanto falar que é fã de live-action. Não significa nada”, comentou o criador e produtor de Bojack Horseman, Raphael Bob-Waskberg, em entrevista ao The Hollywood Reporter.
As plataformas de streaming têm feito parte fundamental no aumento do mercado das animações, principalmente pelo custo menor de desenvolvimento em comparação às outras produções originais em live-actionRick and Morty, do canal Adult Swim, ganhou uma grande quantidade de fãs brasileiros depois que entrou no catálogo da Netflix.

“Vocês provavelmente verão ainda mais dessas produções nos próximos 5 anos, incluindo uma grande diversidade de coisas que se enquadram como animação adulta. Há canais interessados em fazer escolhas para alcançar audiências que antes não eram prioridade. Espero que isso leve a mais oportunidades para diferentes tipos de pessoas conseguirem entrar na indústria. Estou realmente esperançoso que isso continue”, afirmou Bob-Waskberg.
As palavras do criador de Bojack Horseman ganham ainda mais veracidade quando observamos o caso da produção brasileira Super Drags, para a qual a própria Netflix abriu espaço — antes mesmo de chegar à plataforma, já recebeu grande visibilidade por abordar questões morais da sociedade, algo em que canais abertos não costumam ter coragem de investir. Essa liberdade de tais narrativas incomuns na televisão de outrora fica não apenas no novo consumo de séries, mas também no segmento estabelecido com clássicos de sucesso vivos até hoje, como os Simpsons. Essa evolução do gênero fez com que Matt Groening, criador das histórias da família de Springfield, lançasse recentemente (Des)encanto.
O crescimento de produções animadas ainda tem feito com que o número de mulheres presentes na criação aumente, buscando o ideal igualitário defendido. A 3ª temporada de Rick and Morty teve a inclusão de quatro roteiristas à equipe, algo que pode ter sido vital para o desenho conseguir o Emmy de Melhor Animação. Bob-Waskberg tem trabalhado em parceria com Kate Purdy, de BoJack Horseman, em Undone, primeira série animada da Amazon.
Este texto foi escrito por Gustavo Rodrigues via nexperts.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Leitores Anônimos

Pages